Home  > 

Jeff Bezos perdeu US$ 38 bilhões, mas ainda é a pessoa mais rica do mundo

Da Redação

07/07/2019 às 12h30

Foto: Shutterstock

Jeff Bezos e Mackenzie Bezos estão oficialmente separados. O presidente da Amazon concluiu o divórcio na última quinta-feira (5) em um acordo multibilionário. Um juiz do condado King, do estado de Washington, no noroeste dos Estados Unidos, finalizou o divórcio.

Segundo informações da Bloomberg News, com o acordo, a escritora Mackenzie Bezos, de 49 anos, receberá 4% de participação sobre a Amazon.com, o que equivale a cerca de US$ 38 bilhões. Com isso, ela se torna a 22ª pessoa mais rica do mundo, segundo o ranking da Bloomberg. Mas, mesmo após o acordo, Bezos não deixa o topo da lista de pessoas mais ricas do mundo.

Mackenzie foi uma das primeiras funcionárias da Amazon. O ex-casal se conheceu quando os dois trabalhavam na empresa de investimentos D.E Shaw, de Nova York, muito antes de Bezos fundar aquela que se tornaria a gigante do varejo online.

Mackenzie disse que pretende abandonar sua participação no jornal The Washington Post e na startup de exploração espacial Blue Origin, assim como o direito de voto associado a sua participação restante na Amazon. Em resumo, Bezos mantém o controle majoritário dos negócios.

Em maio, Mackenzie informou que irá doar metade de sua fortuna à caridade, assinando o The Giving Pledge, uma campanha criada em 2010 pelo investidor bilionário Warren Buffet e Bill Gates e sua esposa Melinda Gates, que incentiva bilionários a doarem parte de suas fortunas para causas de caridade.

 

Deixe uma resposta