Home  >  Negócios

Grupo hacker rouba dados de produtos da Apple e cobra resgate de US$ 50 mi

Empresa teria até o dia 01 de maio para pagar montante e reaver as informações

Redação

21/04/2021 às 19h20

Logo Apple
Foto:

Legenda: Adobe Stock

O grupo hacker REvil afirmou, nesta terça-feira (21), ter roubado dados sigilosos sobre novos produtos da Apple. Os dados foram obtidos em um ataque direcionado à Quanta Computer, fabricante de eletrônicos com sede em Taiwan que é parceira da Apple na produção de dispositivos como Macbooks.

Segundo o BleepingComputer, os cibercriminosos ameaçam divulgar os documentos online caso um resgate de US$ 50 milhões seja pago pela Quanta. O prazo para que a companhia pague o valor é 27 de abril.

Como a organização se recusou a entrar em contato com o grupo, as ameaças se voltaram para a Apple, que teria até 01 de maio para "comprar" os dados de volta. Novos arquivos serão divulgados diariamente na Dark Net até a data limite do resgate.

A Quanta reconheceu ter sido alvo de um ataque, mas não explicou detalhes sobre o ocorrido ou divulgou informações sobre os dados roubados.

“A equipe de segurança de informação da Quanta Computer trabalhou com especialistas externos de TI em resposta a ataques cibernéticos em um pequeno número de servidores Quanta”, afirmou a empresa em uma nota enviada à Bloomberg.

Ainda segundo o comunicado, a empresa afirmou estar em contato com autoridades policiais e de proteção de dados relevantes e que "não há impacto material" na sua operação de negócios.

Os dados roubados incluem documentos "esquemáticos confidenciais", dados pessoais de funcionários da empresa e de clientes. Para comprovar o vazamento, um pacote de informações sobre MacBooks já foi divulgado na Dark Web.

(Com informações de Bleeping Computer e Bloomberg)