Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Home  >  Inovação

Supercomputador da Microsoft Azure entra no ranking dos 10 mais rápidos do mundo

Voyager-EUS2 foi único novo participante na lista dos 10 supercomputadores mais rápidos do mundo, além de ser o único de um provedor de nuvem

Redação

19/11/2021 às 13h00

supercomputer
Foto: Shutter Stock

O supercomputador da Microsoft entrou no ranking das máquinas mais rápidas do mundo. Embora recém chegada à lista, ocupando o décimo lugar, o supercomputador da Microsoft Azure apelidado de Voyager-EUS2 é o único de uma provedora de nuvem a ter um lugar entre os dez mais da lista TOP500 de computação de alto desempenho (HPC), segundo o ZDNet.

A 58ª edição anual do TOP500 teve poucas mudanças no Top10. O Voyager-EUS2 foi a única novidade entre os dez primeiros primeiros lugares. Baseado em um processador AMD Epyc com 48 núcleos e 2,45 GHz trabalhando junto com uma GPU Nvidia A100 e 80 GB de memória, o supercomputador da Microsoft Azure também utiliza um Mellanox HDR Infiniband para transferência de dados.

Para se ter uma ideia, o estreante tem uma velocidade de referência de 30 Petaflops por segundo (Pflop/s), enquanto líder do ranking, o supercomputador japonês Fugaku, com 7,63 milhões de núcleos, tem uma pontuação de benchmark Linpack de 442 Pflop/s.

O benchmark de Fugaku o coloca três vezes à frente do supercomputador Summit, computador de alto desempenho mais rápido dos Estados Unidos, patrocinado pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos. O Summit tem uma pontuação Linpack de 148,8 Pflop/s, é baseado em CPUs Power9 da IBM, possui 4.356 nós com 22 núcleos cada e é apoiado por seis GPUs Nvidia Tesla V100.

Completando o pódio, o supercomputador Sierra, um sistema do Lawrence Livermore National Laboratory, da Califórnia, ocupa o terceiro lugar. Sua arquitetura é muito semelhante à do Summit. Ele é construído com 4.320 nós com duas CPUs Power9 e quatro GPUs Nvidia Tesla V100. O supercomputador Sierra atingiu 94,6 Pflop/s.

A Microsoft se gabou esta semana de que sua nuvem Azure agora tem cinco supercomputadores na lista dos 500 melhores. A Microsoft está usando supercomputadores para inteligência artificial e vendendo seus HPCs Azure como um serviço, destaca o ZDNet. A empresa também anunciou a disponibilidade geral da máquina virtual (VM) do Azure chamada "NDm A100 v4 Series", que apresenta GPUs Nvidia A100 Tensor Core 80GB - o dobro das GPUs Nvidia A100 Tensor Core, diz o site.

Com informações de ZDNet

Snippets HTML5 default Intervenções CW

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15