Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Home  >  Negócios

Python domina como plataforma para novas tecnologias, diz relatório de classificação do IEEE

Relatório classifica as linguagens com métricas que incluem “comentários”, sugerindo Python possa ser a mais popular, mas não a mais usada

Redação

29/08/2021 às 14h00

Python linguagem programação
Foto:

Não é necessário ser um expert em Python, mas você precisa aprender a linguagem. Essa é a principal conclusão das classificações interativas anuais das principais linguagens de programação do Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE), publicada em sua revista IEEE Spectrum. A nova classificação coloca Python, Java, C e C ++ como as quatro principais linguagens de programação, com destaque o quinto lugar ocupado pela JavaScript, que normalmente lidera essas pesquisas.

A classificação padrão de linguagem, projetada para refletir os interesses de um membro típico do IEEE, traz a lista das 10 principais linguagens de programação classificadas, ordenadas a partir do topo: Python, Java, C, C++, JavaScript, C#, R, Go, HTML e Swift.

Python segue na liderança como a linguagem mais popular da classificação do IEEE. Segundo a nova pesquisa, “é tudo sobre os prós e contras de bibliotecas específicas para coisas como projetos embarcados e sistemas de IA em grande escala”.

No entanto, Python tem seus limites, como mostra a popularidade contínua de linguagens mais adequadas para resolver problemas específicos, como R, SQL e Matlab. C, C ++, Java e Javascript, que também continuam a dominar no topo das classificações, tanto por seus próprios méritos quanto por causa da enorme base existente de código escrito neles.

“Na verdade, partes significativas do próprio Python e suas bibliotecas são escritas em C por motivos de desempenho. E embora muitas linguagens de alto nível tenham surgido e desaparecido, sempre haverá um lugar para aqueles que desejam escrever o mais próximo do metal possível em algum tipo de código assembly”, escreve Stephen Cass, editor de Projetos Especiais do IEEE Spectrum, em análise sobre a nova classificação.

Em contraste a outras classificações (e suas respectivas fontes), a JavaScript ficou no quinto lugar em popularidade pelo IEEE. A StackOverflow, Redmonk e JetBrains, em sua pesquisa State of the Developer Ecosystem, deste ano, tiveram a linguagem classificada em primeiro lugar em suas respectivas pesquisas de popularidade.

Outros movimentos na classificação padrão do Spectrum incluem o C# da Microsoft, que subiu de 25º lugar no ano passado para 7º este ano. Cass afirma que isso provavelmente reflete que a versão 9.0 da linguagem foi lançada no final de 2020, o próximo lançamento do Windows 11, e o crescente interesse geral em sistemas distribuídos, que o C# foi projetado para habilitar.

“Adotamos uma abordagem pragmática para definir uma linguagem de programação - HTML pode não ser de propósito geral, mas achamos que seria loucura excluí-lo com base nisso. Da mesma forma, o código do Arduino pode ser argumentado como simplesmente sendo escrito em um subconjunto de C++, mas não é isso que as pessoas procuram quando estão tentando fazer seus LEDs piscarem”, escreve Cass.

Métricas

O IEEE usa "11 métricas de 8 fontes", sendo essas fontes Google Search, Google Trends, Twitter, GitHub, StackOverflow, Reddit, Hacker News, CareerBuilder, o site de empregos IEEE e uma biblioteca digital IEEE, de acordo com o site The Register.

A publicação da IEEE Spectrum diz que as métricas são extraídas de fontes consideradas bons proxies para avaliar a popularidade das línguas. Alguns foram consultados por meio de interfaces disponíveis publicamente, como Stack Overflow ou Google. Outras métricas são extraídas de fontes privadas, como o banco de dados de artigos Xplore do IEEE ou os dados sobre quais linguagens são solicitadas pelos empregadores, que vêm do site de empregos do IEEE, cortesia de CareerBuilder.

Essa metodologia particular parece ponderada para "mais comentada" em vez de mais usada. Segundo a publicação, ela também é, provavelmente, super-representada por desenvolvedores norte-americanos e europeus. Ainda assim, um bom recurso da pesquisa IEEE é que os usuários podem aplicar sua própria ponderação usando controles simples, destaca o The Register.

Para exemplificar, a publicação destaca o índice de popularidade das linguagens de programação PYPL que é baseada em "quantas vezes os tutoriais de linguagem são pesquisados ​​no Google". Seu último índice coloca o Python em primeiro lugar por alguma distância - 29,93%, à frente do Java com 17,78%. Isso sugere que, embora a JavaScript esteja em primeiro lugar na maioria das classificações de popularidade, ela não é a mais pesquisada ou comentada.

Com informações de The Register

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15