Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Home  >  Negócios

Otimista com as taxas alcançadas até agora, Microsoft expande lançamento do Windows 11

Gigante avança no lançamento do Windows 11 mesmo com constatação de bugs; OS também apresentou incompatibilidade com drivers de hardware da Intel

Redação

23/11/2021 às 11h23

windows11
Foto: Divulgação/Microsoft

Embora a adoção do Windows 11 exija requisitos mínimos de hardware para o novo sistema operacional, de acordo com a Microsoft, a taxa de experiências de atualização são altas e positivas. Para aqueles que realmente atendem aos requisitos de hardware da Microsoft, a experiência com o novo sistema operacional é boa o suficiente para a empresa decidir expandir o lançamento do Windows 11.

Na melhor das hipóteses, os PCs Windows qualificados para o Windows 11 respondem por cerca de 40% dos 1,3 bilhão de PCs que executam o Windows 10. Ainda que nem metade das estações de trabalho corporativas atendam ao requisito mínimo para a adoção do Windows 11, a Microsoft está avançando o ritmo de implementação.

"Em nossas primeiras fases do lançamento do Windows 11, estamos constantemente vendo uma alta taxa de experiências de atualização positivas e feedback do usuário para dispositivos qualificados, identificados usando nosso modelo de machine learning de última geração", disse a Microsoft no painel de integridade do Windows 11. "Com base nesses dados, estamos avançando no ritmo de implementação mais rápido do que anunciamos originalmente e agora disponibilizando a atualização do Windows 11 de forma mais ampla para dispositivos Windows 10 qualificados".

A Microsoft está confiante de que a maioria das organizações terá migrado para um novo hardware com suporte ao Windows 11 até outubro de 2025, quando o patch do Windows 10 será interrompido. Neste período, a empresa fará lançamentos anuais para o sistema. Neste caminho, a Microsoft lançou, nesta semana, uma pequena atualização (21H2) que confirmou ser o último lançamento semestral de recursos do Windows 10.

A Microsoft tem atuado fortemente para incentivar seus usuários a fazerem a atualização para o Windows 11, embora o novo sistema tenha sofrido com uma série de bugs que afetam recursos como a barra de tarefas, pesquisa e o menu Iniciar. Na última quinta-feira (18), a gigante confirmou que o Microsoft Installer pode ter problemas para atualizar aplicativos, incluindo o antivírus Kaspersky.

"Os aplicativos afetados podem não abrir após uma tentativa de atualização ou reparo", observou a Microsoft. A solução alternativa envolve desinstalar o aplicativo afetado e, em seguida, instalar a versão mais recente do aplicativo, diz o ZDNet.

O Windows 11 também apresentou problemas de compatibilidade com os drivers de hardware da Intel. A gravidade do problema levou a Microsoft a anunciar que iria parar de oferecer o Windows 11 para dispositivos Windows 10 com este driver Intel, destaca a publicação.

"A Intel e a Microsoft encontraram problemas de incompatibilidade com certas versões de drivers para Intel Smart Sound Technology (Intel SST) e Windows 11. Os dispositivos Windows 11 com o driver Intel SST afetado podem receber um erro com uma tela azul", disse a Microsoft. "Para proteger sua experiência de atualização, aplicamos uma suspensão de compatibilidade em dispositivos com drivers Intel SST afetados, impedindo que sejam oferecidos o Windows 11".

Com informações de ZDNet

Snippets HTML5 default Intervenções CW

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15