Home  >  Plataformas

IBM anuncia disponibilidade geral de seus serviços de nuvem híbrida em qualquer ambiente

Segundo gigante, IBM Cloud Satellite consegue oferecer nuvem com segurança em qualquer ambiente, incluindo na borda

Carla Matsu

04/03/2021 às 11h22

Foto:

A IBM anunciou que seus serviços de nuvem híbrida agora estão disponíveis ao público em geral em qualquer ambiente, em qualquer nuvem, on premises ou edge, através do IBM Cloud Satellite. A Lumen Technologies e a IBM integraram o IBM Cloud Satellite com a plataforma de edge da Lumen para permitir que os clientes aproveitem os serviços de nuvem híbrida quase em tempo real e criem soluções na borda.

Leia também: As estratégias da IBM por trás do grande anúncio da NewCo

Para ajudar a atender à privacidade dos dados críticos e aos requisitos de soberania de dados, o IBM Cloud Satellite promete unificar serviços de nuvem entre ambientes, independentemente de onde os dados estejam. Cargas de trabalho relacionadas ao aprendizado on-line, trabalho remoto, serviços de telemedicina, entre outros, agora podem ser oferecidas com mais eficiência e segurança com a solução, segundo a empresa.

À medida que essas cargas de trabalho migram até a borda, a solução ajuda os clientes a oferecer baixa latência, ao mesmo tempo em que faz com que eles tenham os mesmos níveis de segurança, privacidade de dados, interoperabilidade e padrões abertos encontrados em um ambiente de nuvem híbrida.

"A IBM está trabalhando junto aos clientes com tecnologias avançadas, como edge computing e IA, ajudando-os a se transformem digitalmente com a nuvem híbrida e mantendo a segurança dos dados em primeiro lugar" disse Howard Boville, Head de IBM Hybrid Cloud Platform. "Com IBM Cloud Satellite, os clientes podem aproveitar com segurança os benefícios dos serviços de nuvem em qualquer lugar, desde o núcleo do data center até os pontos mais distantes da rede".

A IBM também anunciou que está estendendo o Watson Anywhere com a disponibilização do IBM Cloud Pak for Data as a Service com IBM Cloud Satellite. A EquBot, por exemplo, uma fintech que ajuda profissionais de investimentos em todo o mundo, apresentou uma redução de latência de dez segundos para menos de um segundo em alguns dos modelos de tempo críticos com a solução. Isso possibilita aos investidores tomarem decisões mais bem informadas sobre o mercado financeiro.

Inovação na borda

A Lumen, empresa de tecnologia empresarial, está usando sua plataforma global Edge Compute para oferecer IBM Cloud Satellite aos clientes. Utilizando a plataforma da Lumen e o IBM Cloud Satellite, os clientes podem implementar aplicações que usam muitos dados, como análises de vídeos, em ambientes altamente distribuídos como espaços de escritórios e de varejo.

Por conta da aplicação poder ser hospedada em Red Hat OpenShift através do IBM Cloud Satellite próximo de um local da Lumen Edge, câmeras e sensores podem funcionar em tempo quase real para ajudar a aumentar a qualidade e a segurança. As câmeras podem, por exemplo, detectar a última vez em que as superfícies foram limpas ou sinalizar potenciais preocupações com a segurança do trabalhador. Além disso, os clientes de diferentes geografias podem abordar melhor a soberania dos dados implementando este poder de processamento mais perto de onde os dados são criados.

"Com o amplo alcance da plataforma da Lumen, estamos dando aos clientes corporativos acesso ao IBM Cloud Satellite para ajudá-los a alavancar mais rápido a inovação na borda", disse Paul Savill, SVP Enterprise Product Management and Services da Lumen. "Nossos clientes corporativos agora podem estender os serviços de IBM Cloud em toda a rede global robusta da Luman, permitindo que implementem aplicativos de ponta com muitos dados que exigem alta segurança e latência ultrabaixa. Ao trazer recursos da nuvem híbrida aberta e segura para a borda, nossos clientes podem impulsionar seus negócios e aproveitar as vantagens das aplicações emergentes da 4ª Revolução Industrial".

Como parte dessa colaboração, os clientes poderão implementar aplicações em mais de 180.000 locais corporativos conectados na rede da Lumen para fornecer uma experiência de baixa latência. Poderão ainda, criar soluções habilitadas para nuvem na borda que aproveitam gerenciamento e orquestração de aplicativos por meio do IBM Cloud Satellite. Além de construir plataformas abertas e interoperáveis que dão aos clientes flexibilidade de implementação e acesso fácil a serviços nativos da nuvem, como IA, IoT e edge computing.

De acordo com o anúncio da IBM, a companhia está colaborando com mais de 65 parceiros do ecossistema, incluindo Cisco, Dell Technologies e Intel, para construir os serviços de nuvem, ajudando os clientes a executarem cargas de trabalho em qualquer ambiente com o IBM Cloud Satellite.