Home  >  Plataformas

Google, Intel, Dell, Slack e Zoom formam aliança para melhor integração

Modern Computing Alliance busca melhorar a gestão do trabalho remoto com maior integração entre as marcas fundadoras da aliança

Da Redação

15/12/2020 às 15h05

Foto: Adobe Stock

Gigantes de tecnologias de colaboração criaram uma aliança em um movimento que visa inovar e integrar melhor "do silício à nuvem", segundo reportagem do site ZDNet. A Modern Computing Alliance, formada por empresas como Google, Box, Citrix, Dell, Imprivata, Okta, RingCentral, Slack, VMWare e Zoom, buscam mais integração, melhor manuseio de cargas de trabalho e o novo normal para o trabalho.

“Modern Computing Alliance é um grupo de empresas líderes do setor unidas por uma missão comum: impulsionar a inovação “silício para a nuvem” - alimentando uma plataforma de computação moderna diferenciada e oferecendo uma escolha preferencial para soluções de negócios integradas”, diz a organização em apresentação da aliança.

A carta de fundação da Modern Computing Alliance reconhece que a computação vai ser heterogênea, embora conte com uma melhor colaboração, integração e coordenação. Inicialmente, a aliança terá como objetivo tornar a segurança, a produtividade, a colaboração, o desempenho e a compatibilidade mais perfeitos. O grupo parece almejar o novo normal para o trabalho e a realidade que os trabalhadores passam a maior parte do tempo no Zoom e no Slack.

A partir do próximo ano, a Modern Computing Alliance se reunirá e formará grupos de trabalho com resultados em 2021. O grupo desenvolverá princípios orientadores para o ecossistema e as prioridades do cliente e promete lançar novos produtos mais tarde também em 2021.

A Intel é a fundadora do setor de silício e está formando uma parceria para promover a inovação do PC e integrar hardware, software e plataforma para empresas. O objetivo geral é reduzir o atrito entre a nuvem e os dispositivos de ponta com a tecnologia Chrome, diz a reportagem. “Nós pensamos sobre fluxos de trabalho e extensões do que estamos fazendo”, disse Chris Walker, Gerente Geral do Mobile Client Platforms Group da Intel. Segundo o gerente, a Modern Computing Alliance utilizará o Google Chrome para promover a inovação da indústria de PC.

"Para atender às expectativas do cliente nos próximos 2 a 3 anos, precisaremos de maior desempenho, segurança e raciocínio por meio das cargas de trabalho de uma forma mais integrada", disse John Solomon, Vice-Presidente do Chrome OS no Google, em comunicado. "Estaremos pensando em cargas de trabalho de silício para a nuvem e em envolver os desenvolvedores mais cedo".

O grupo que forma a aliança está procurando formar um conselho de TI para que os tomadores de decisões de tecnologia possam ter contribuições.

Solomon também observou que a Modern Computing Alliance envolve mais do que o Google e o Chrome OS. O grupo fundador decide quais novos jogadores entrarão e tem governança, diz a publicação do ZDNet. "No momento, o que você verá de nós é o fruto do alcance, mas haverá contribuições de curto e longo prazo para o ecossistema", disse ele. "Teremos ambições plurianuais e um roteiro que incluirá algumas coisas simples e também coisas que exigirão mais investimentos".