Home  >  Plataformas

Estratégia de nuvem: qual é a sua?

Ter uma estratégia clara de nuvem híbrida pode ajudar a abordar objetivos distintos: da redução de custo operacional a alavancagem dos negócios

Por Fabiana Schürhaus*

28/09/2020 às 18h24

Foto: Adobe Stock

Todas as empresas têm três objetivos em comum. Na minha função, tenho a chance de acompanhar as mudanças na tecnologia, tendências operacionais dos negócios, principais desafios de cada setor, impactos regulatórios e como as companhias lidam com esse cenário, se adaptando a ele ou tirando proveito do que oferece. E à medida em que converso com clientes de diversos setores da economia, percebo que todos os negócios, de todos os portes, buscam: reduzir o custo operacional, melhorar o engajamento do cliente e alavancar os resultados de negócios.

Ter uma estratégia clara de nuvem híbrida pode ajudar a abordar cada um desses objetivos. A plataforma de nuvem híbrida permite que nuvens públicas, nuvens privadas e ambientes on-premises interoperem entre si. Os padrões abertos entre esses três modelos de implantação permitem que as empresas inovem com escala e agilidade, melhorando a capacidade de resposta e diminuindo os custos. Mas, para isso, você precisa saber para onde a nuvem pode levar seus negócios.

Custos operacionais

As organizações podem gastar boa parte do seu orçamento na manutenção da infraestrutura de TI - servidores, redes, armazenamento, gestão e operação. Aproveitando a combinação entre nuvens públicas e privadas, as cargas de trabalho podem ser hospedadas de diferentes formas e com diferentes modelos de custeio. A partir dessa arquitetura as empresas podem otimizar o seu CAPEX e OPEX, reduzindo o investimento em hardware, software e os recursos necessários para mantê-los, atualizá-los e gerenciá-los.

Além de otimizar custos e abrir caminho para a inovação, a nuvem híbrida também pode ser utilizada para aumentar a disponibilidade dos seus serviços suportando uma estratégia de continuidade de negócios para a organização.

Engajamento do cliente

As expectativas da sociedade em relação ao que as empresas oferecem evoluíram e todas as organizações são desafiadas constantemente a se adaptarem à nova mentalidade do consumo e das interações digitais. Quer você seja uma empresa de produto ou de serviço, os clientes esperam um engajamento instantâneo, inteligente e relevante. Além disso, o suporte deve estar disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana, por computador, celular, aplicativo, bate-papo online ou qualquer plataforma de comunicação digital, nesse momento em que as fronteiras entre o mundo físico e o digital diminuíram ainda mais.

Essa expectativa só pode ser atendida com a escala e a velocidade necessária por meio de uma estratégia de nuvem híbrida, na qual os dados de negócios, perfis de clientes e histórico de transações, por exemplo, são combinados com outros domínios de dados (geolocalização autorizada, dados meteorológicos, informações de sensores IoT, etc.).

Essa arquitetura deve ser capaz de armazenar, acessar e processar fluxos de dados com velocidade e fazer uso de tecnologias como analítica avançada, machine learning e inteligência artificial para interagir e gerar valor para os clientes em questão de milissegundos. Essa geração de insights através das tecnologias citadas é fundamental para suportar a tomada de decisão no atendimento aos clientes.

Aqui a nuvem desempenha um papel essencial no suporte a cargas de trabalho e operações e, sem dúvida, faz com que as empresas repensem suas infraestruturas e entendam que a tecnologia é uma ferramenta fundamental na entrega de valor ao cliente.

Resultados de negócios

Um dos principais benefícios de um ambiente de nuvem híbrida é a agilidade. A necessidade de se adaptar e mudar de direção rapidamente é um princípio fundamental dentro do mundo digital.

Ter uma boa arquitetura de nuvem e uma estratégia pensada para ela é essencial para o uso de soluções com analítica avançada que trazem uma visão detalhada dos negócios, processos, consumidores, com previsão de comportamentos, demanda, áreas de risco e oportunidades de melhoria. Tudo isso feito com uma camada de segurança para proteger os dados e processos, com escala e flexibilidade, e de forma conectada às demais tecnologias como inteligência artificial, blockchain, computação quântica e sensorização, que abrem mais espaço para a inovação.

Por aqui, dizemos que a adoção da tecnologia é imprescindível para gerar bons resultados para as empresas e deve ser prioritária para qualquer companhia. E a nuvem híbrida é a arquitetura que permite alcançar os objetivos de negócios com segurança, flexibilidade, performance e agilidade.

*Fabiana Schürhaus é Executiva Técnica de Cloud & Cognitive Software da IBM Brasil