Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Home  >  Plataformas

Download de aplicativos móveis mantém crescimento e sobe 31% no primeiro trimestre

Sem surpreender, novo relatório confirma tendência anunciada de crescimento da instalação de aplicativos móveis

Redação

25/05/2021 às 15h00

Foto:

O ano passado mudou a forma como os consumidores usam e interagem com aplicativos. Conforme tendência, previa-se que o download de aplicativos móveis e taxas de uso continuasse a crescer - e continuou. As instalações de aplicativos aumentaram 31% ano a ano no primeiro trimestre de 2021, enquanto as sessões, métrica de engajamento do usuário, aumentaram 4,5% em 2020, de acordo com o novo relatório Mobile App Trends 2021 da empresa de análise de aplicativos Adjust.

O relatório tem base no conjunto de dados da Adjust, dos 2.000 principais aplicativos rastreados em jogos, e-commerce e fintech. A empresa analisa tendências em instalações, sessões, tempo gasto no aplicativo, retenção e reatribuição.

"A economia de aplicativos experimentou um crescimento imenso em 2020, quando as pessoas em todo o mundo perceberam os benefícios do celular em muitos aspectos de suas vidas diárias", disse Paul Müller, cofundador e CEO da Adjust, em um comunicado. "Para os profissionais de marketing de celular, o potencial de alcançar novos usuários está em alta, mas a concorrência também".

De acordo com o relatório, os gastos globais com aplicativos móveis foram de US$ 112 bilhões em 2020, com o iOS da Apple representando 65% desse gasto.

As instalações de aplicativos aumentaram 50% de 2019 a 2020 em todos os setores, com as instalações aumentando novamente em 31% no primeiro trimestre de 2021, em comparação com o mesmo período do ano passado. As sessões aumentaram 30% no geral de 2019 a 2020 e continuam a crescer em 2021, mais 4,5% até agora.

Os aplicativos fintech apresentaram o melhor crescimento ano a ano, 51%. O relatório sugere que este crescimento se deva, em parte, às enormes taxas de adoção de aplicativos de negociação, incluindo Robinhood, Acorns e Gatsby. As sessões de fintech também cresceram em 2020, aumentando 85% em relação a 2019 - e já estão 35% em 2021.

O usuário fintech médio tem 2,5 aplicativos instalados, com pagamentos globais atingindo US$ 1,4 bilhão em 2020. Os pagamentos devem chegar a US$ 1,7 bilhão em 2021. Os países com as instalações de aplicativos fintech mais fortes são China (81%), Índia (38%), Japão (25%), Itália (21%), França e Alemanha, ambas com 20%.

Embora a fintech tenha experimentado um maior crescimento de download, jogos ainda representam a maior vertical de aplicativos móveis, sendo 33% de todos os downloads móveis com US$ 165 bilhões em receita.

Os jogos alcançaram novos patamares em 2020, particularmente no hiper casual, onde as instalações aumentaram 43%, em comparação com 26% para o não hiper casual. As sessões para esses jogos, no entanto, caíram 21% em relação à média de 2020. Com US $ 41 bilhões, a Ásia constitui o maior mercado de jogos.

Os aplicativos de comércio eletrônico tiveram um desempenho excepcionalmente bom em 2020, diz o estudo. Apesar de um aumento nas instalações de apenas 6%, as sessões aumentaram 44%. As taxas de penetração de aplicativos de comércio eletrônico devem chegar a 51% em 2021. Até o final do ano, 17% de todas as compras globais acontecerão on-line, segundo o relatório.

Snippets HTML5 default Intervenções CW

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15