Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Home  >  Inovação

Correção para problemas de desempenho do Windows 11 em CPUs AMD Ryzen já está disponível

AMD e a Microsoft lançaram na última semana a correção que resolverá o problema de desempenho do Windows 11 em PCs com CPUs AMD Ryzen

Redação

26/10/2021 às 11h30

windows11
Foto: Shutter Stock

A Microsoft lançou uma correção para usuários convencionais do Windows 11, após reconhecer com a AMD que o novo sistema e alguns PCs com processadores da marca apresentavam problemas de desempenho, principalmente no uso de jogos ou cargas de trabalho exigentes. A correção resolverá o problema de desempenho em PCs com CPUs AMD Ryzen. A AMD também lançou um novo drive para corrigir um segundo problema de degradação de desempenho no Windows 11.

A Microsoft lançou uma correção para os problemas de desempenho do Windows 11 e AMD para o Windows Insiders nos canais Beta e Release Preview com o Windows 11 build 22000.282, de acordo com o ZDNet. Segundo comunicado da gigante de tecnologia na última quinta-feira (21), a correção para usuários convencionais, programada para chegar no final de outubro, já está disponível.

A Microsoft afirma que a correção resolve inúmeros problemas, inclusive “um problema de cache L3 que pode afetar o desempenho de alguns aplicativos em dispositivos com processadores AMD Ryzen após a atualização para o Windows 11 (versão original)”.

No início do mês, a Microsoft e a AMD confirmaram que pode haver uma queda no desempenho após a instalação do Windows 11 em alguns processadores AMD, principalmente com hardware Ryzen ao jogar ou PCs que executam outras cargas de trabalho pesadas. "Esperado impacto no desempenho de 3-5% em aplicativos afetados, 10-15% de outliers possíveis em jogos comumente usados para eSports", disse a AMD.

A tecnologia de "núcleo preferencial" também teve problemas com o Windows 11, impedindo-o de otimizar o hardware para desempenho. Depois de instalar o Windows 11, a interface de hardware para o sistema operacional (UEFI) "não pode agendar threads preferencialmente no núcleo mais rápido do processador", disse a AMD.

A atualização do Windows 11 não resolve esse problema. No entanto, em linha com a atualização do Windows 11, a AMD lançou a versão do driver do chipset 3.10.08.506, que a empresa garante resolver “totalmente o impacto no desempenho", destaca a publicação do ZDNet.

Os usuários do Windows 11 podem verificar se este driver ou mais recente está presente acessando Aplicativos e Recursos no aplicativo Configurações do Windows 11. A empresa também descreveu informações adicionais para verificar se o problema foi corrigido em PCs com arquiteturas Zen 3, Zen + e Zen 2, segundo o ZDNet:

Para processadores AMD com a arquitetura "Zen 3": Sistemas configurados com AMD Chipset Driver 3.10.08.506 (ou mais recente) devem relatar a versão 7.0.3.5 (ou mais recente) para a entrada AMD.Power.Processor.Settings nos Pacotes de Provisionamento do Windows 11 interface.

Para processadores AMD com as arquiteturas "Zen+" ou "Zen 2": Os sistemas configurados com o driver do chipset AMD 3.10.08.506 (ou mais recente) devem ter o plano de energia AMD Ryzen Balanced selecionado e ativo na interface Painel de controle>Opções de energia.

Com informações de ZDNet

Snippets HTML5 default Intervenções CW

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15