Home  >  Negócios

SoftBank traz para WeWork CEO com experiência no mercado imobiliário

Com vivência em mercado de incorporação de móveis e vendas, Sandeep Mathrani assumiu o controle da startup no dia 1º de fevereiro

Da Redação

03/02/2020 às 10h00

Foto: Shutterstock

Após um 2019 bastante complicado, a startup de escritórios compartilhados WeWork parece dar passos mais concretos em seu processo de reestruturação. No sábado, dia 1º, a companhia anunciou o indiano Sandeep Mathrani como o executivo escolhido pelo SoftBank (maior acionista da marca) para liderar o novo momento do negócio. 

Além de uma carreira consolidada no setor varejista, Mathrani também conta com experiência na área de imóveis, conhecimento bastante útil para sua nova companhia, cujo crescimento dependente em grande parte da sua capacidade de se mostrar confiável para os locadores de grandes imóveis e também atraente para as empresas e empresários que estão procurando um espaço de trabalho. 

O executivo assumirá o lugar de Sebastian Gunningham e Artie Minson, que dividiam o cargo interinamente e darão suporte ao novo diretor executivo durante o período de transição. Marcelo Claure, membro de confiança do SoftBank e de seu fundo bilionário Vision Fund, ficará como presidente do conselho. 

A notícia funciona para fechar um ciclo iniciado em setembro de 2019, quando o então CEO  e fundador Adam Neumann deixou seu posto após críticas do mercado e desconfiança do próprio SoftBank sobre sua capacidade de gestão. 

Avaliado em US$ 47 bilhões no início do ano passado e prestes a entrar na Bolsa de Valores, o modelo de negócios da WeWork começou a ser questionado quando, ao receber os papéis iniciais de entrada no mercado, ficou claro que a companhia não tinha um plano a médio prazo para operar sem a ajude de investimentos externos. No final do ano, o valor de mercado da companhia havia caído para US$ 8 bilhões. 

Após assumir o controle da companhia, o SoftBank um corte profundo nos custos, eliminando negócios paralelos da marca e demitindo milhares de colaboradores espalhados pelo mundo. Com a chegada do novo CEO, a expectativa é que a empresa testemunhe um início de ano menos turbulento. 

Tags