Home  >  Negócios

Setor de games tem aumento significativo de vendas durante quarentena

Principal exemplo do crescimento vem da franquia Animal Crossing, lançada pela Nintendo e que observou aumento de 30% nas compras de usuários

Da Redação

23/04/2020 às 11h00

Foto: Shutter

O aumento do consumo de jogos era uma consequência prevista por conta do período de isolamento instituído por conta do novo coronavírus (Covid-19). Mesmo assim, chamam a atenção o desempenho de alguns títulos de determinados consoles. 

A empresa de consultoria de mercado NPD, especializada no mercado, apresentou os resultados do seu último ranking de gastos é o primeiro lugar é ocupado por um título que, até então, era conhecido apenas por um nicho de usuários: a franquia Animal Crossing, cuja primeira versão foi lançada em 2001 para o Nintendo 64. 

Lançado no dia 20 de março para o console Switch, da empresa japonesa, a edição já bateu o recorde de best-seller da franquia e foi o terceiro título mais bem-sucedido nos EUA de toda a história da Nintendo, atrás apenas de duas edições do game Super Smash Bros. Na categoria volume de vendas, perde apenas para Call of Duty: Modern Warfare

A NPD também estimou que os gastos com hardware, software e acessórios aumentaram 35%, para US $ 1,6 bilhão nos EUA em março, revertendo o declínio em todo o ano de 2019, que se prolongou até janeiro e fevereiro. 
 

Contexto  

O sucesso do Animal Crossing em comparação com outros títulos se deve à uma série de fatores, além de ter sido lançado em o período de quarentena: o jogo tem uma temática bem familiar, o que permite que ele seja comprado sem riscos de traumas, tem uma dinâmica que incentiva a fidelização e uma base de fãs (das edições antigas) bem fiel e que pode ter influenciado na percepção de novos usuários dentro do jogo. 

Além disso, o título permite baixar itens do jogo usando códigos de barras, digitalizados através do aplicativo de smartphone do Switch, o que gera patrocínios para a Nintendo e engajamento para fãs de marcas como o Getty Museum e até mesmo o Xbox

O sucesso desse jogo também repercutiu na venda do console Nintendo Switch. De acordo com o relatório da NPD, o equipamento estabeleceu um novo recorde trimestral de vendas nos EUA de janeiro a março, dobrando no mesmo período do ano anterior para atingir o nível mais alto para qualquer console desde o Nintendo DS, lançado em 2010. 
 
A Sellics, que oferece tecnologia para fornecedores no Amazon's Marketplace, estimou que as vendas do Switch no site de comércio eletrônico aumentaram 2.979% desde o início de 2020 na América do Norte. As vendas de videogame aumentaram cerca de 500% nos EUA e na Amazon da Alemanha, estimou a Sellics. 

E esse fenômeno também está ocorrendo no Brasil. Apesar de ter sido homologado pela Anatel em abril, o Nintendo Switch (e sua versão Swithc Lite) ainda não são vendidos oficialmente no país, mas podem ser comercializados sem problemas por vendedores que importam o console. 

Porém, a demanda pelo jogo ocasionou no aumento de compras do console, fazendo com o preço do produto mais do que dobrasse. De acordo como Canaltech, há seis meses era possível encontrar o console convencional na faixa de R$ 1.600. No último dia 17, o custo subiu para R$ 3.500. 

Em comunicado, a Nintendo informou que está se planejando para aumentar em 20% a produção do console ainda em 2020.  

*Com informações do Financial Times e Venture Beat