Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Home  >  Negócios

Sai GSuite, entra Workspace: Google anuncia nova marca, recursos e preços

Além de novos serviços para fomentar colaboração e facilitar vida de equipes remotas, empresa lança novas opções de assinatura da solução corporativa

Mônica Wanderley

06/10/2020 às 5h01

Foto: Adobe Stock

O Google anuncia nesta terça-feira (6) o Workspace, marca que substitui a vertical GSuite, que compreende soluções que vão do Gmail corporativo aos recursos como planilhas, documentos etc.

De acordo com a empresa, o rebranding marca o novo posicionamento para com suas soluções, que visam não só facilitar o acesso desses serviços em qualquer lugar com conexão de internet, mas também criar recursos que otimizem a colaborações entre pessoas e equipes. 

"O local de trabalho realmente abraçou a ideia de que ele pode ocorrer em qualquer lugar e não é necessariamente um espaço definido  só por processadores de texto, planilhas e apresentações de slides. O Google Workspace, tanto a marca quanto o posicionamento de identidade, torna-se uma parte crítica desse novo momento”, afirma Javier Soltero, vice-presidente do Workspace, em evento para jornalistas realizado na última segunda (4). 

O executivo também explica que o novo posicionamento, que estava sendo planejado desde o início de 2019, ganhou força por conta da necessidade de aumentar as possibilidades de trabalho remoto por conta da Covid-19, “Esse é o momento mais importante que poderíamos ter para lançarmos essa nova marca”.  

Atualmente, a solução do Google de aplicativos de produtividade na nuvem conta com 6 milhões de empresas pagantes e atende, globalmente, um público de 2,6 bilhões de usuários, entre companhias, escolas e usuários. 

Novos recursos 

Sanaz Ahari, diretora sênior de gestão de produto para o Workplace, explicou alguns dos novos recursos que chegarão junto com a mudança de marca, em continuação às atualizações anunciadas no final de julho. 

Dentre os novos recursos, todos pensados para aprimorar a experiência do usuário, estão:  

  • Links com preview: já disponível para Documentos, Planilhas e Apresentações, o recurso permite ao usuário ter acesso a uma prévia do conteúdo de um link sem a necessidade de clicar nele e ser redirecionado para outra página; 
  • Dicas inteligentes: disponível a partir desta terça (6) para Documentos, Planilhas e Apresentações, a funcionalidade consiste em otimizar a comunicação entre pessoas que estão trabalhando em um mesmo documento. Ao mencionar um usuário (o que, no Google, ocorre por meio do símbolo @ e o nome da pessoa), o sistema irá sugerir ações como compartilhar um documento ou adicionar a pessoa em uma tarefa; 
  • Criação de documentos no Rooms:  anunciado recentemente, o Rooms é um espaço de trabalho criado no Gmail onde é possível adicionar outros usuários e concentrar por lá a discussão e envio de conteúdos sobre um determinado projeto ou atividade. Neste novo momento, a companhia informou que, em breve, também será possível criar arquivos dentro do Rooms sem acessar outra página (seguindo a linha documentos, planilhas e slides), otimizando processos; 
  • Visualização do time durante colaboração de arquivos: ainda sem data de lançamento, a nova funcionalidade permitirá aos usuários ter acesso ao recurso picture-in-picture (no qual a tela aparece minimizada, em segundo plano), durante colaborações em documentos, planilhas e slides. “Quando você está colaborando junto em um documento e você consegue ver os outros, é possível ‘pegar’ aqueles sinais visuais que são tão importantes”, explica Ahari.  

Preços e Proteção 

Junto com a mudança de marca (importante falar que as iniciativas de educação e sem fins lucrativos ainda mantêm o nome 'GSuite', que deve ser mudado nos próximos meses), o Google Workspace também anunciou três novas modalidades de assinatura para empresas com menos de 300 licenças: 

  • Business Starter (R$ 27,00/por usuário) - pacote com recursos básicos e e-mail corporativo integrado ao Gmail; 
  • Business Standard (RS 54,00/por usuário) - com oferta de videoconferências com maior número de pessoas e armazenamento elevado; 
  • Business Plus (R$ 81,00/por usuário - para empresas que precisam de segurança reforçada e também gestão em smartphones. 

Lembrando que os preços acima são para novos usuários: preços e serviços não mudam para empresas que já contrataram o serviço. 

A companhia também apresentou novidades no setor de segurança: para o Meet, solução de videoconferência, o Workspace está trabalhando na classificação de usuários que já “tumultuaram” reuniões antigas para barrá-los de acessar encontros futuros. 

E, na gestão de e-mails, a empresa está trazendo um novo recurso que permitirá aos administradores de sistema terem mais visualização e controle das ações tomadas por usuários, a fim de mitigar possíveis vazamentos de dados. 

Snippets HTML5 default Intervenções CW

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15