Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Home  >  Negócios

Remessas mundias de PCs crescem 4,6% no segundo trimestre, diz Gartner

Dados do Gartner, no entanto, apontam que taxa de crescimento do mercado de PCs mostra desaceleração; Impacto é da contínua escassez de semicondutores

Redação

22/07/2021 às 19h00

mercado de pcs
Foto:

Legenda: Reprodução/Shutter Stock

As remessas mundiais de PCs totalizaram 71,6 milhões de unidades no segundo trimestre de 2021, revelou pesquisa produzida pelo e divulgada nesta quinta-feira (22). O resultado representa um aumento de 4,6% em relação ao mesmo período de 2020.

Embora a demanda de PCs tenha permanecido acima dos níveis pré-pandêmicos, afirma o Gartner, o resultado do segundo trimestre aponta para uma desaceleração "acentuada" do setor, quando comparado ao crescimento de 35,7% registrado no primeiro trimestre do ano.

A redução é devida, em parte, ao impacto da escassez contínua de componentes. "A escassez global de semicondutores e as restrições subsequentes no fornecimento de componentes estenderam o tempo de espera de alguns modelos de PCs corporativos para até 120 dias", diz Mikako Kitagawa, diretor de Pesquisa do Gartner. "Isso levou ao aumento dos preços na lista de materiais, que os fornecedores repassaram aos usuários finais. O aumento dos preços pode continuar a desacelerar a demanda de PCs nos próximos 6 a 12 meses."

As três principais fornecedoras no mercado mundial de PCs permaneceram inalteradas na análise de ano após ano. Lenovo (21,1% do mercado), HP Inc. (20%) e Dell (17%) ocupam, respectivamente, o primeiro, segundo e terceiro lugar da lista.

O destaque foi para a Lenovo, que registrou seu quinto trimestre consecutivo de crescimento ano após ano – ainda que seu crescimento de 3,6% tenha ficado atrás do mercado geral de PCs.

Segundo o Gartner, o crescimento consistente da marca pode ser atribuído em parte à sua operação de fabricação interna, o que permite que a Lenovo tenha um melhor controle da escassez de componentes, em contraste com seus concorrentes que dependem principalmente da terceirização.

As remessas mundiais de PCs da HP caíram 11,3% no segundo trimestre de 2021 e a Dell, por sua vez, atingiu seu terceiro trimestre consecutivo de crescimento ano após ano neste período. Apple, Acer e Asus cresceram mais rápido do que o mercado, devido à maior disponibilidade de PCs de consumo.

Embora o Gartner não inclua Chromebooks em seus resultados para o mercado de PCs tradicionais, suas remessas foram consideradas “bastante fortes” no segundo trimestre do ano. O mercado mundial combinado de PCs e Chromebooks cresceu mais de 10% na comparação de ano após ano.

Snippets HTML5 default Intervenções CW

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15