Home  >  Negócios

Qualcomm vê receita subir e supera expectativas para segundo trimestre

Demanda de smartphones e sucesso na diversificação em áreas como automotiva, puxaram o crescimento, elevando ações em Wall Street

Da Redação

03/05/2021 às 11h57

Foto: Adobe Stock

A Qualcomm, gigante de chips dos Estados Unidos, divulgou na última semana os resultados financeiros do segundo trimestre, superando as expectativas da bolsa de valores, o que elevou as ações da empresa em 6%.

A receita da Qualcomm de seu negócio QCT, de venda de modems celulares de banda base e processadores de aplicativos, aumentou 53% no ano, para US$ 4,07 bilhões. O negócio de venda de chips RF para acompanhar esse negócio de modems, uma linha de receita mais recente, cresceu 39%, para US$ 903 milhões.

A receita nos três meses encerrados em março subiu para US$ 7,94 bilhões, gerando um lucro líquido de US$ 1,90 por ação, excluindo alguns custos. Os analistas vinham modelando US$ 7,6 bilhões e US$ 1,67 por ação.

Para Steve Mollenkopf, CEO da empresa, os resultados foram impulsionados “pela demanda sustentada por smartphones” no mundo e pela “capacidade de aumentar a escala de nossas receitas não relacionadas a aparelhos".

"Olhando para o futuro, a Qualcomm está bem posicionada para um crescimento contínuo e continuamos confiantes em nossa capacidade de executar as muitas oportunidades que temos pela frente. Estou extremamente honrado e orgulhoso de ter liderado a Qualcomm nos últimos sete anos e estou confiante na capacidade da empresa de estender sua posição como líder em tecnologias sem fio sob a liderança de Cristiano", disse Mollenkopf, referindo-se ao brasileiro Cristiano Amon, atual presidente da empresa, que recentemente foi anunciado como novo CEO Global da Qualcomm, assumindo o cargo somente em junho deste ano, quando Mollenkopf se aposenta.

Para o trimestre atual, a empresa prevê receita de US$ 7,1 bilhões a US$ 7,9 bilhões e EPS na faixa de US$ 1,55 a US$ 1,75. Isso se compara ao consenso de US$ 7,15 bilhões e US$ 1,55 por ação.