Home  >  Inovação

Python está prestes a se tornar a linguagem de programação mais popular

A linguagem Python está mais perto do que nunca da posição número 1 do índice TIOBE

Redação

14/09/2021 às 10h00

Python linguagem programação
Foto: Shutter Stock

A linguagem de computação Python está prestes a se juntar às linguagens C e Java como as únicas outras linguagens a atingir o primeiro lugar, de acordo com publicação do site ZDNet. Com a classificação de setembro, Python está mais próxima de alcançar o primeiro lugar na classificação de popularidade do Tiobe e se juntar às suas parceiras de podium.

A linguagem de computação Python é uma das preferidas dos desenvolvedores porque é relativamente fácil de aprender e tem uma grande variedade de bibliotecas e estruturas de machine learning, como NumPy e TensorFlow. A linguagem, diz a publicação do ZDNet, tem seguido o rastro de Java e C nos últimos anos no índice Tiobe de 20 anos e recentemente tirou o Java do segundo lugar para o rival C.

"Python nunca esteve tão perto da posição número 1 do índice TIOBE", escreve Paul Jansen, chefe de Software da Tiobe, que possui o Índice Tiobe de popularidade de linguagens de computação. "Ele só precisa fazer uma ponte de 0,16% para superar C. Isso pode acontecer a qualquer momento agora. Se Python se tornar o número 1, um novo marco será alcançado no índice TIOBE. Apenas 2 outras linguagens já lideraram o pacote até agora, ou seja, C e Java".

No entanto, o Índice Tiobe baseia sua classificação em pesquisas por linguagens de programação em sites e mecanismos de pesquisa populares, parâmetros distintos de outros índices de popularidade. Por exemplo, a IEEE Spectrum, revista de engenharia elétrica, classifica a Python como a linguagem mais popular desde pelo menos 2020, seguido por Java, C e JavaScript. Já o RedMonk tem JavaScript no primeiro lugar, seguido por Python e Java, e coloca C em décimo.

A publicação destaca que a Python tem seguido o rastro de Java e C nos últimos anos no Índice Tiobe de 20 anos e recentemente tirou o Java do segundo lugar para o rival C.

Python é extremamente popular por causa do machine learning, mas não tem lugar no desenvolvimento de aplicativos móveis ou aplicativos da web ou desenvolvimento em dispositivos móveis, diz a publicação. Além de lento, a Python consome muita memória e energia do hardware, assumiu seu criador, Guido van Rossum, que trabalha na Microsoft, e que também busca melhorar a linguagem.

"As pessoas que conseguiram compilar o CPython para rodar em um tablet Android ou até mesmo no iOS, descobrem que consome muitos recursos", disse van Rossum na conferência PyCon deste ano. "Comparado com o que os sistemas operacionais móveis esperam, o Python é grande e lento. Ele usa muita carga da bateria, então se você estiver programando em Python provavelmente esgotará a bateria muito rapidamente e ficará sem memória", ele disse.

A Python Software Foundation recentemente nomeou um Developer in Residence (DIR) para se concentrar no Core Python (CPython) - a implementação principal do Python de código aberto em que outras versões do Python são baseadas, diz o ZDNet.

Na classificação de setembro de 2021 do Índice TIOBE, a Python está atrás da líder C, e é seguida por Java, C++, C#, Visual Basic, JavaScript, linguagem Assembly, PHP e SQL. As 20 principais linguagens também incluem Visual Basic Clássico, Groovy, Ruby, Go, Swift, MATLAB, Fortran, R, Perl e Delphi.

O Índice destaca o ressurgimento da Fortran, como uma das 20 principais linguagens. Apenas em julho de 2020, Tiobe o classificou como o 50º idioma mais popular. Mas no início deste ano, Fortran saltou para a 20ª posição no índice de Tiobe, destacou a publicação.

Com informações de ZDNet