Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Home  >  Negócios

O ranking de computadores mais rápidos do mundo tem novo primeiro colocado

Localizado na cidade de Kobe, no Japão, o aparelho foi construído em uma parceria entre as empresas Riken e Fujitsu

Da Redação

24/06/2020 às 11h00

Foto: Divulgação

Publicado na última segunda, a edição do TOP500, levantamento bienal sobre os computadores mais rápidos do mundo, trouxe uma surpresa: o até então primeiro colocado Summit, computador desenvolvido pela IBM, foi ultrapassado pelo japonês Fugaku, instalado na cidade de Kobe e construído por meio de uma parceria entre as companhias Fujitsu e Riken. 

A máquina japonesa alcançou o primeiro lugar por sua capacidade de processamento de 415 petaflops, tornando-o 2,8 vezes mais rápido do que Summit, com seus 148.8 petaflops de HPL. A sigla é usada para denominar um Linkpack de Alta Performance (High Performance Linkpack), sendo que Linkpack é uma biblioteca de programas que executa álgebra linear em computadores. 

A supermáquina deve entrar em operação comercial a partir do segundo semestre. Atualmente, ela está sendo utilizada para pesquisas sobre a Covid-19 no Japão, como diagnóstico e propagação do vírus 

O Fugaku também alcançou os primeiros lugares em outros rankings que testam computadores em diferentes cargas de trabalho, incluindo o Graph 500, HPL-AI e HPCG, sendo o primeiro supercomputador a atingir o primeiro lugar em todos os rankings. 

Essa prodigalidade não é por acaso. O comunicado de divulgação da TOP500 já explicava que o computador faz parte de uma iniciativa liderada pelo próprio governo japonês para posicionar melhor o país dentro do mercado de tecnologia: dentro do total de supercomputadores presentes no ranking,  226 são da China, 114 dos EUA da América e apenas 30 do Japão. 

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15