Home  >  Negócios

Neoway recebe nova rodada de investimentos, de US$ 45 milhões

Empresa catarinense vai utilizar os recursos para a expansão internacional, desenvolvimento de dados e expansão de P&D em IA, big data e análises preditivas

Da Redação

29/06/2017 às 18h59

aporte3.jpg
Foto:

A Neoway, empresa catarinense do segmento de dados e análises relacionadas sobre pessoas e empresas, recebeu uma nova rodada de investimentos, Série B, que somou R$ 145,2 milhões, o equivalente a US$ 45 milhões. Desta vez, o aporte veio dos fundos QMS Capital, PointBreak, Pollux e do investidor Andrew Prozes. A Accel Partners, Monashees e Endeavour Catalyst, investidores desde 2014, também aumentaram os seus investimentos.

Segundo a empresa, os recursos serão utilizados para a expansão internacional, desenvolvimento de dados para os mercados da América Latina e Estados Unidos e expansão da área de pesquisa e desenvolvimento (P&D) em inteligência artificial, big data e análises preditivas.

“Com esta última rodada, planejamos manter o nosso alto crescimento de dois dígitos no Brasil anualmente nos próximos cinco anos, além da expansão internacional significativa. Investimos na criação de novos produtos em dois setores muito atraentes: marketing digital e risco e compliance. Estamos certos de que o melhor da Neoway ainda está por vir”, afirma Jaime de Paula, CEO e fundador da empresa.

Sem revelar nomes, a Neoway diz que atualmente presta serviços a três dos cinco maiores bancos comerciais, três dos quatro maiores fornecedores de telecomunicações, quatro dos cinco maiores fornecedores de seguro saúde e muitos outros clientes em mercados verticais, como tecnologia, bens de consumo, indústria automobilística e petróleo e gás.

Em comunicado a empresa diz que a experiência global dos novos investidores, juntamente com dois novos membros do conselho de administração com ampla experiência internacional, oferecerão o apoio estratégico para tornar a Neoway uma das maiores plataformas do mundo em big data e analytics — Marcelo Kayath, da QMS Capital, é o antigo coCEO do Banco de Investimento no Brasil e diretor de valores mobiliários da América Latina no Credit Suisse, e Andrew Prozes tem uma ampla experiência na liderança de empresas de alto crescimento. Ele foi CEO da Lexis Nexis e atuou como consultor de muitas grandes multinacionais.

Em 2016, a Neoway cresceu mais de 60%. Com o novo aporte de capital, a empresa planeja ter um crescimento de dois dígitos novamente em 2017. A Neoway abriu um escritório em Nova York no ano passado para atender melhor o mercado dos EUA, e planeja se expandir para o restante das Américas até 2018. As prioridades são os mercados maiores, incluindo México e Colômbia. A Neoway espera ter 7 mil clientes até 2020. “Nosso rápido crescimento e expansão internacional indicam que podemos ser muito atraentes para clientes e investidores globais muito em breve”, diz de Paula.

Deixe uma resposta