Home  >  Inovação

Microsoft se une à organização da Linux Foundation por redução de pegada de carbono

Audrey Lee, diretora sênior de estratégia de energia da Microsoft, passa a ser membro do Conselho de Administração da LF Energy Foundation

Redação

25/09/2021 às 10h00

Microsoft
Foto: Shutter Stock

A Microsoft anunciou nesta sexta-feira (24) que unirá forças com a LF Energy, uma organização sem fins lucrativos da Linux Foundation. A organização tem como objetivo acelerar a transição energética para matrizes mais sustentáveis através por meio do código aberto.

Com o movimento, Audrey Lee, diretora sênior de estratégia de energia da Microsoft, passa a ser membro do Conselho de Administração da LF Energy Foundation. A Microsoft também se torna um membro estratégico da fundação.

"A LF Energy Foundation está entusiasmada com a adesão da Microsoft à nossa organização como membro geral. Através do compromisso da Microsoft com uma posição de carbono negativo, ela está incentivando diretamente o setor de tecnologia a procurar maneiras mais eficientes de comprar e consumir energia", disse a Dra. Shuli Goodman, diretora executiva da LF Energy, ao ZDNet.

Segundo a fundação, a LF Energy nutre hoje o que há de "mais moderno" em todos os projetos de código aberto com foco na melhoria da automação, controle, segurança, virtualização e interoperabilidade de sistemas de energia.

Em nota enviada à publicação ZDNet, a Microsoft afirmou que a iniciativa junto à LF Energy é parte do esforço 100/100/0, anunciado em julho. A iniciativa tem como objetivo que 100% dos elétrons, em 100% do tempo, sejam gerados através de fontes de carbono neutro. A meta é atingir o objetivo até 2030.

Com informações de ZDNet