Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Home  >  Inovação

Intel vai investir até € 80 bilhões na próxima década para construção de “mega-fábrica”

Empresa pode anunciar sua nova instalação na Europa para ajudar o abastecimento de chips das montadoras na região e nos EUA até o final deste ano

Redação

09/09/2021 às 18h49

chips semicondutores intel processadores
Foto: Shutter Stock

Durante o IAA Mobility, feira anual de automóveis da Alemanha, Pat Gelsinger, CEO da Intel, anunciou o plano da empresa de construir uma “mega” fábrica de chips na Europa, sob o investimento de até € 80 bilhões na próxima década. O executivo afirmou que a Intel espera anunciar sua próxima instalação de fabricação de semicondutores na Europa até o final do ano, segundo informações do site ZDNet.

O anúncio do investimento de até € 80 bilhões (cerca de US$ 95 bilhões) em uma nova plata surge após meses de escassez de semicondutores em todo o mundo, que vem afetando fortemente o abastecimento das montadoras europeias e norte-americanas. Na apresentação, Gelsinger afirmou que a Intel busca ajudar o problema “fabricando mais chips”.

"O mundo está no caminho para enfrentar a escassez global de chips, mas mostrou a importância dos semicondutores e o impacto da cadeia de suprimentos global e a fragilidade da cadeia de suprimentos", disse o CEO da companhia. "Como a Intel pode ajudar? Bem, podemos construir mais chips".

A empresa espera anunciar sua próxima "mega-fábrica" ou instalação de fabricação de chips na Europa até o final do ano. As localizações possíveis incluem Alemanha, Holanda, França e Bélgica, disseram executivos da Intel ao Financial Times.

"Construímos duas novas fábricas de ponta e essas duas iniciariam em um novo local que cresceria na próxima década para oito fábricas", disse Gelsinger. "Cada fábrica custa aproximadamente € 10 bilhões, então um projeto total de mais de € 80 bilhões na próxima década ou mais. Isso seria um catalisador para a indústria de semicondutores, para a cadeia de suprimentos, para os produtos químicos - muitos fornecedores de equipamentos - mas um catalisador para toda a indústria de tecnologia”, explicou.

Enquanto isso, o executivo afirmou que disponibilizará a unidade de semicondutores da Irlanda para as montadoras europeias. No início do ano, a empresa anunciou que iria investir € 7 bilhões para dobrar a capacidade de sua instalação no país, para onde planeja levar a sua produção de chips de 7 nm.

Gelsinger também disse que quer apoiar o plano da Comissão Europeia de aumentar a participação da Europa no fornecimento global de semicondutores para 20% do mundo. Enquanto também busca apoio financeiro da UE para seu lado na iniciativa da mega-fábrica.

“É algo que é urgentemente crítico para todos os aspectos de um futuro digital, tudo rodando em semicondutores - você está prestes a perder o controle de uma das tecnologias mais importantes para a economia, e a segurança nacional da Europa também”, disse Gelsinger. "A Covid mostrou que uma cadeia de suprimentos globalmente balanceada é absolutamente crítica".

Com informações de ZDNet

Snippets HTML5 default Intervenções CW

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15