Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Home  >  Negócios

BenQ muda de nome para evitar danos com a imagem da operação móvel

Parte de fabricação terceirizada, que gera a maior receita para a companhia, terá nome próprio e vai controlar a operação de marca BenQ.

Por IDG Now!

25/04/2007 às 12h48

Foto:

A
BenQ Corp. decidiu separar seus negócios de de fabricação por
encomenda, mudando o seu nome corporativo, para desvencilhar-se da
imagem negativa da divisão de celulares da companhia, como anunciou a
empresa nesta quarta-feira (25/04).

O movimento ocorre sete
meses após a BenQ anunciar que pararia de investir na subsidiária alemã
de telefones móveis, a BenQ Mobile, que ela criou a partir da compra da divisão de celulares da Siemens, em 2005.

Desde então, a BenQ Mobile entrou com pedido de falência
e demitiu milhares de empregados na Alemanha. A companhia afirma ter
gasto mais de 1 bilhão de dólares para tentar fazer da BenQ Mobile um
negócio lucrativo, sem sucesso.

Ainda não foi definida uma
tradução para o inglês do novo nome da BenQ, que está sendo chamada
provisoriamente de Jia Da Corporation. A empresa vai se concentrar em
fabricação terceirizada e vai controlar 100% da unidade desmembrada,
que manterá o nome BenQ e continuará a focar em produtos de marca, como
celulares, projetores, monitores e TVs.

A companhia decidiu
separar as unidades porque o negócio de fabricação por encomenda é
muito maior. O negócio de marca responde apenas por 30% a 40% do
faturamento, disse um porta-voz da empresa.

A separação tem que
ser aprovada pelos acionistas e deve ser efetivada a partir de setembro
de 2007, caso ganhe o aval. O atual presidente e chairman permanecerá
no comando da Jia Da depois do spin-off.

A BenQ enfrentou uma
série de problemas depois de tentar fazer da BenQ Mobile um competidor
global. Além das perdas financeiras, executivos são investigados por manipular ações antes do anúncio dos prejuízos gerados pela BenQ Mobile.


Deixe uma resposta

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15