Home  >  Negócios

Huawei apresenta solução 5GtoB

Empresa trabalhou com operadoras e parceiros da indústria para desenvolver solução completa, que cobre vendas, operações e serviços

Redação

25/02/2021 às 14h00

Foto:

Legenda: Reprodução/Adobe Stock

A Huawei apresentou nesta semana, durante um evento pré-MWC Shanghai 2021, a plataforma 5GtoB, nova solução completa que cobre vendas, operações e serviços. 

A solução foi apresentada por Ryan Ding, diretor executivo da Huawei e presidente do Carrier Business Group, que também trouxe um panorama sobre o cenário do 5G pelo mundo em sua fala.

Desenvolvida com operadoras e outros parceiros da indústria, a solução busca criar valor para todos os participantes envolvidos no ecossistema. Segundo a empresa, a solução simplificará as transações para usuários corporativos, ajudará as operadoras a monetizar seus recursos de rede e permitirá que os parceiros inovem com mais eficiência, criando valor para cada participante envolvido.

A solução 5GtoB da Huawei é composta por quatro partes: 5GtoB Network, 5GtoB NaaS, 5GtoB App Engine, e 5GtoB Marketplace. A 5GtoB Network é uma de infraestrutura 5G, envolvendo planejamento, construção, manutenção e otimização de rede.

5GtoB NaaS, por sua vez, é o recurso de orquestração de rede que torna mais fácil para usuários corporativos e desenvolvedores de aplicativos usarem redes 5G, permitindo que os próprios usuários gerenciem redes de campus 5G.

Já a 5GtoB App Engine é um centro de inovação de aplicativos, no qual desenvolvedores de aplicativos e integradores de sistemas podem acessar os recursos de rede 5G das operadoras. Isso torna o desenvolvimento de aplicativos 5GtoB mais eficiente e a integração de aplicativos mais fácil. Ele também serve como uma ponte entre os recursos de rede 5G e os aplicativos 5GtoB, permitindo o desenvolvimento e lançamento de serviços ágeis.

Por fim, o 5GtoB Marketplace é um supermercado digital tudo-em-um na nuvem, onde os usuários corporativos podem adquirir as soluções 5G industriais de que precisam.

A primeira aplicação da solução 5GtoB será na indústria do aço, em uma ação entre a Huawei, operadoras, parceiros e usuários corporativos. Com seus recursos e experiência incorporados à plataforma, as soluções 5G industriais, como rotação automatizada de tarugos, montagem remota assistida por realidade aumentada e inspeção de qualidade da superfície de aço, podem ser padronizadas e replicadas rapidamente.

Um panorama do 5G pelo mundo

Além de apresentar a 5GtoB, Ding também fez um panorama sobre o atual estado do 5G pelo mundo em sua fala durante o evento. A avaliação é de que a indústria 5G tem se desenvolvido mais rápido do que o esperado, e que operadoras já observam retornos com a primeira onda de lançamentos.

Entre os destaques estão a base de usuários 5G e o número de dispositivos 5G em uso comercial, que cresceram ao longo do último ano. No final de 2020, 380 dispositivos 5G haviam chegado ao mercado, oito vezes mais do que no ano anterior. A base de usuários 5G móvel também atingiu 220 milhões e as conexões de banda larga sem fio domésticas chegaram a 1,05 milhão, um aumento de 17 e 21 vezes em relação ao ano anterior, respectivamente. Segundo Ding, esses números triplicarão em 2021.

Os preços dos telefones 5G também estão caindo rapidamente, com cerca de 30 modelos de intermediários e de entrada com preços abaixo de US$ 300. De acordo com Ding, o ecossistema de telefonia móvel 5G se tornará tão maduro quanto o 4G nos próximos um a dois anos, à medida que as implementações de rede continuam e a base de usuários continua crescendo.

Leia também: Grandes mudanças estão chegando para a edge computing 5G

Nos mercados que implantaram o 5G primeiro, as operadoras já começaram a colher retornos comerciais. Na China e na Coréia do Sul, a receita das operadoras continuou a aumentar à medida que sua base de usuários 5G cresceu mais rápido do que em outros países. A operadora finlandesa DNA e a operadora saudita Zain também alcançaram resultados financeiros “impressionantes” nas fases iniciais de sua implantação comercial 5G.

No final de seu discurso, Ding enfatizou que a digitalização do setor será um mercado enorme, mas que os desenvolvimentos da infraestrutura digital variam muito entre os setores e os cenários de aplicativos também variam. Além disso, os padrões digitais relacionados ainda não existem.

Como tal, pediu a todos os participantes do setor que trabalhassem juntos para estabelecer padrões abrangentes de 5GtoB e um ecossistema para impulsionar a digitalização do setor.

Tags