Home  >  Negócios

Gigante do turismo on-line, Expedia irá demitir 3 mil funcionários

De acordo com e-mail enviado aos funcionários, demissões ocorrerão para otimizar os custos da empresa

Da Redação

27/02/2020 às 13h00

Foto: Shutterstock

Com atuação em 29 países e dona de sites de agendamento como Trivago e Hotels.com, a Expedia Inc, anunciou no início da semana que demitirá 12% da sua força de trabalho, uma redução que deve alcançar 3 mil funcionários. 

Em email interno enviado na segunda, a empresa afirma que a medida está inclusa nos planos de redução de custos da empresa, que deseja economizar entre US$ 300 e US$500 milhões anualmente. A medida busca ajustar as contas da empresa, que estava "buscando crescimento de forma não-saudável e indisciplinada", como ressaltou o chairman Barry Diller no relatório de resultados financeiros da marca. 

As demissões iniciaram na sede da empresa, em Seattle, que desligará cerca de 500 pessoas. A empresa também eliminará projetos e atividades, reduzindo também a contratação de empregados terceirizados. De acordo com o comunicado, todos os atingidos receberão benefícios como plano de saúde estendido. 

Ao contrário do que em geral acontece em notícias de redução de custos, não se pode dizer que o caixa da empresa esteja deficitário: a companhia terminou 2019 com lucro de US$ 565 milhões em 2019. O objetivo, de fato, parece ser otimizar as operações internas.

Tags