Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Home  >  Inovação

Gartner: Um terço dos fornecedores de TI devem investir ao menos US$ 1 mi em IA nos próximos dois anos

Consultoria aponta, no entanto, certo grau de imaturidade das aplicações de IA e barreiras para a adoção e integração da tecnologia

Redação

18/10/2021 às 11h45

inteligência artificial ai
Foto: Shutter Stock

Conforme as tecnologias de Inteligência Artificial (IA) se tornam mais populares, aumentam os planos de desenvolvimento de soluções com IA, sobretudo com a urgência da transformação digital demandada pela pandemia, que tem elevado o grau de investimento na tecnologia. Uma pesquisa recente do Gartner corrobora com isso. Segundo o estudo, um terço dos fornecedores de tecnologia e serviços com planos para o desenvolvimento de soluções com tecnologia de IA espera investir ao menos US$ 1 milhão nos próximos dois anos.

“As organizações de tecnologia estão aumentando os investimentos em Inteligência Artificial à medida que reconhecem seu potencial não apenas para avaliar dados críticos e melhorar a eficiência dos negócios, mas também para criar produtos e serviços, expandir sua base de clientes e gerar novas receitas. Esses são investimentos sérios que ajudarão a dissipar o hype da Inteligência Artificial”, diz Errol Rasit, vice-presidente do Gartner.

A maioria dos entrevistados (87%) da pesquisa do Gartner com iniciativas ligadas às tecnologias de IA acredita que o volume de investimento voltado a esse setor aumentará em um ritmo rápido até 2022. “Em rápida evolução, as diversas tecnologias de Inteligência Artificial impactarão todos os setores”, diz Rasit.

Tecnologias de IA tiveram a segunda maior alocação de investimento médio relatado, em comparação com outras áreas de tecnologia emergentes, como nuvem e Internet das Coisas (IoT). Os entrevistados, cujas organizações investiram em IA, relataram seu maior investimento planejado em visão computacional, com uma média de US$ 679 mil nos últimos dois anos.

Rasit conta que os investimentos em tecnologias de IA superam US$ 250 mil, poucos entrevistados relataram o contrário, “indicando que o desenvolvimento desse segmento é caro em comparação com outras inovações tecnológicas”.

“Este não é um segmento fácil de entrar devido à complexidade de construir e treinar modelos de Inteligência Artificial”, adicionou.

A pesquisa também destaca a relativa imaturidade das tecnologias de IA em comparação com outras áreas de inovação. Pouco mais da metade dos entrevistados relatou uma adoção significativa de seus produtos e serviços habilitados para Inteligência Artificial.

As tecnologias emergentes de IA foram citadas como ainda em desenvolvimento ou em estágios iniciais de adoção por 41% dos entrevistados. Isso significa que há uma onda de adoção potencial à medida que novas soluções ampliadas entram em disponibilidade geral, diz o Gartner.

A imaturidade da tecnologia é citada como a principal razão entre as organizações que investem em Inteligência Artificial. Além disso, os líderes de produto que investem na tecnologia cujas implementações estão progredindo mais lentamente do que o esperado, relataram a complexidade do produto e a falta de talentos com habilidades para a produção como os principais obstáculos ao seu progresso.

“Essas respostas da pesquisa refletem o ciclo difícil de desenvolvimento de tecnologia de Inteligência Artificial, dada sua complexidade, bem como os desafios da indústria na contratação de talentos capacitados para o segmento, devido ao número finito de indivíduos qualificados”, reforça Rasit.

Snippets HTML5 default Intervenções CW

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15