Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Home  >  Carreira

Empresas aumentam contratação, mas não encontram talentos de código aberto suficientes, diz pesquisa

Metade dos entrevistados no estudo da Linux Foundation e da edX afirmou estar aumentando as contratações de profissionais de código aberto

Redação

21/09/2021 às 9h25

código aberto open source
Foto: Shutter Stock

À medida que as organizações seguem investindo na transformação digital e as empresas vão se recuperando da pandemia, as contratações também começam a se recuperar. Segundo pesquisa da Linux Foundation e da edX, divulgada nesta segunda-feira (20), 50% dos empregadores entrevistados afirmaram que estão aumentando as contratações este ano. No entanto, a grande maioria relata ter dificuldades para encontrar talentos suficientes, sobretudo com habilidades em código aberto.

A informações são parte da edição 2021 do Open Source Jobs Report, estudo realizado com 200 gerentes técnicos de contratação e 750 profissionais de código aberto de regiões ao redor do mundo, incluindo a América do Sul.

O destaque da pesquisa vai para a escassez de talentos de código aberto. Segundo o levantamento, a grande maioria (92%) dos gerentes de contratação entrevistados relatou dificuldade em encontrar talentos suficientes com habilidades de código aberto. Isso ocorre porque metade das empresas está acelerando as contratações de código aberto, agravando ainda mais a lacuna de talentos.

Além disso, a rápida adoção de software de código aberto está impactando a questão da qualificação no mercado, principalmente para desenvolvimento de aplicativos nativos em nuvem e habilidades operacionais, liderando a lista de 46% dos gerentes de contratação. As habilidades de tecnologia de nuvem e contêiner ultrapassaram o Linux pela primeira vez na história do relatório.

O relatório também mostra que o DevOps “se torna o método padrão para desenvolver software”. De acordo com a pesquisa, praticamente todos os profissionais de código aberto (88%) relataram usar práticas DevOps em seu trabalho, um aumento de 50% em relação a três anos atrás.

“O talento de código aberto está em alta demanda, encorajando os profissionais mais experientes a procurar novas oportunidades enquanto os gerentes de contratação batalham pelos candidatos mais desejáveis”, disse Jim Zemlin, diretor executivo da Linux Foundation. “Para quem procura os melhores caminhos de carreira, é evidente que a computação nativa em nuvem, DevOps, Linux e segurança oferecem as oportunidades mais promissoras”.

O estudo destacou ainda uma perceção sobre o ambiente de trabalho. O relatório mostra a preocupação da comunidade de código aberto com a discriminação. O número de profissionais de código aberto que relataram que foram discriminados ou se sentiram mal recebidos na comunidade aumentou para 18% em 2021 - representando um aumento de 125% nos últimos três anos.

Outro aspecto analisado foi o treinamento, que, segundo a pesquisa, também está ajudando cada vez mais a eliminar as lacunas de habilidades.

A grande maioria dos gerentes (92%) relatou um aumento de solicitações de oportunidades de treinamento enviadas aos seus empregadores. Os empregadores também relatam que priorizam investimentos em treinamento para preencher lacunas de competências, com 58% usando essa tática; em comparação, 29% contratam consultores externos para fechar suas lacunas de habilidades.

“É promissor ver em nossas descobertas que os empregadores estão atendendo a essas necessidades aumentando as oportunidades de treinamento e aprendizagem. Precisamos capacitar as organizações para investir neste tipo de treinamento, a fim de atender às demandas de talentos em tecnologia de hoje e de amanhã”, disse Johannes Heinlein, diretor comercial e vice-presidente sênior de Parcerias Estratégicas da edX.

Os gerentes estão priorizando as contratações de talentos certificados (88%), com uma porcentagem semelhante de gerentes dispostos a pagar para que os funcionários obtenham as certificações, diz o relatório.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15