Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Home  >  Negócios

Bill Gates e Zuckerberg aumentam esforços para diagnosticar e conter coronavírus

Bilionários anunciaram medidas para ampliar testes. Coronavírus também foi responsável por tombar fortunas mundo afora

Da Redação

12/03/2020 às 15h00

Foto: Shutterstock

Mark Zuckerberg e Bill Gates anunciaram nesta semana novos esforços para ampliar os testes para o novo coronavírus, conhecido oficialmente como Sars-Cov-2 ou Covid-19. Atualmente, há mais de 1000 casos confirmados nos Estados Unidos (no Brasil, são 60) - até o fechamento desta reportagem.

As iniciativas dos bilionários se estendem às áreas onde os mesmos residem. No caso, a Fundação Chan Zuckerberg, e a CZI Biohub, anunciaram que irão comprar duas máquinas clínicas de diagnóstico para quadruplicar a capacidade de testes e diagnosticar possíveis casos da doença em São Francisco e a região da Bay Area. 

“Com essas novas máquinas de diagnóstico, nós teremos um impacto significativo na nossa habilidade de responder ao surto de uma forma mais simplificada”, disse Jose DeRisi, head da ZCI Biohub, em comunicado.

Em Seatle, sede da Microsoft, a Fundação Bill e Melinda Gates afirmou que está financiando seus próprios kits de teste para o Covid-19 para moradores locais. Os kits podem ser usados em casa e enviados, então, para análise. 

Ao Seatle Times, um representante da instituição defendeu com otimismo que a iniciativa tinha “grande potencial para mudar o rumo da epidemia”. 

Vale lembrar que os esforços da Fundação se acrescentam ao fundo de US$ 100 milhões que Bill & Melinda Gates anunciaram no início de fevereiro como resposta ao coronavírus.

Com o coronavírus, também vêm os tombos financeiros

O coronavírus e a quebra das bolsas de valores na última segunda-feira (9) enxugaram as fortunas dos bilionários mundo afora. Segundo informações da Forbes, que monitora os patrimônios dos bilionários levando em consideração o valor de suas ações, as 10 pessoas mais ricas do mundo perderam, juntas, na última segunda-feira um total de US$ 37,7 bilhões.

Jeff Bezos, o homem mais rico do planeta, perdeu US$ 5,6 bilhões. Valor semelhante (5,4 bilhões de dólares) foi tirado do patrimônio do investidor Warren Buffet.

Ainda segundo a Forbes, preocupações ao redor do setor de publicidade online relacionadas ao coronavírus, afetaram também o valor das ações do Facebook e Google, o que atingiu seus fundadores. Mark Zuckerberg e Larry Page perderam US$ 4,2 bilhões e US$ 3,3 bilhões, respectivamente, na segunda-feira. O cofundador do Google, Sergey Brin, deixou o topo dos 10 mais ricos do mundo depois de perder US $ 3,1 bilhões.

Como a tecnologia tem sido usada para frear o coronavírus?

A China tem aplicado uma série de tecnologias emergentes - inteligência artificial, big data, analytics e reconhecimento facial - como ferramentas para conter o Coronavírus.

Robôs e drones parecem ter encontrado sua vocação para poupar humanos de desinfetarem as salas e corredores de hospitais, por exemplo.

Nesta matéria explicamos os avanços das tecnologias para conter o Covid-19 e também os revezes diante o aumento da vigilância sustentada sob a cortina do coronavírus.

Snippets HTML5 default Intervenções CW

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15