Home  >  Negócios

Apple é excluída do recém lançamento de jogos na nuvem e desktop do Facebook

Aparelhos iOS não terão os jogos gratuitos, devido às políticas “arbitrárias” da Apple, disse o Facebook

Da Redação

28/10/2020 às 11h05

Foto: Divulgação

O Facebook lançou nesta segunda-feira (26) jogos grátis em nuvem que estarão disponíveis para usuários da plataforma em desktop e do aplicativo Android. Os usuários jogam um jogo transmitido dos data centers do Facebook sem precisar fazer primeiro o download do jogo em seus dispositivos. Devido às políticas arbitrárias da Apple, o Facebook disse que não levará os jogos para iOS, de acordo com a CNBC.

A exclusão dos dispositivos da Apple dos jogos em nuvem do Facebook é o último tiro disparado em uma rivalidade de longa data entre as empresas, diz a reportagem.

As duas empresas têm duelado publicamente desde de 2018, segundo a CNBC, quando Tim Cook, CEO da Apple, criticou o manejo da privacidade do usuário pelo Facebook depois do escândalo Cambridge Analytica, que resultou no acesso indevido aos dados de 87 milhões de usuários da rede.

Ao longo desses anos, as empresas continuaram trocando farpas. Mais recentemente, o Facebook questionou, juntamente com outras gigantes da tecnologia como a Google, as políticas da App Store da Apple.

Enquanto isso a União Europeia e legisladores e reguladores dos Estados Unidos investigam e realizam audiências antitruste envolvendo as gigantes de tecnologia, incluindo o Facebook e a Apple.

As diretrizes da Apple para a App Store não permite aplicativos que agem como lojas de aplicativos de terceiros. Ele proíbe aplicativos que distribuem software como o "objetivo principal" do aplicativo e do código de barras que é oferecido "em uma loja ou interface semelhante a uma loja", diz a publicação.

Em setembro, a Apple ajustou suas diretrizes sobre serviços de jogos, dizendo que os aplicativos poderiam oferecer uma assinatura para vários jogos, mas cada jogo precisa ser aprovado pela Apple e oferecido em seu próprio aplicativo.

O Facebook pode trazer jogos em nuvem para iOS se habilitar o novo produto na versão web móvel de seu serviço, mas a empresa quer que os usuários acessem seus aplicativos, disse Jason Rubin, Vice-Presidente de Iniciativas Especiais de Jogos do Facebook.

“Não queremos que as pessoas acessem o Facebook 20 vezes por dia. Temos um ótimo aplicativo”, disse Rubin. “Teríamos que usar a tecnologia e o navegador da Apple no iOS, e isso não é otimizado para o benefício dos jogos em nuvem”.

Segundo o executivo, os jogos na nuvem do Facebook no iOS permitiriam aos usuários de iPhone e iPad descobrir quais jogos seus amigos estão jogando, ver listas que mostram os melhores jogos no Facebook ou jogar jogos com recursos exclusivos do Facebook.

A Apple permite que desenvolvedores de software tragam jogos em nuvem para iOS, enviando cada jogo para a App Store como um aplicativo individual, disse a Apple à CNBC. Os desenvolvedores também podem entregar jogos em nuvem por meio do navegador Safari, disse a empresa. A Apple continuou a se envolver com o Facebook para fornecer feedback útil sobre como fazer seus aplicativos cumprirem as diretrizes da iOS App Store, disse a Apple.

No Twitter, Rubin respondeu às afirmações da Apple. “A Apple afirmou nos oferecer um 'feedback útil' nesta história”, disse Rubin. “Responder a vários pedidos de aprovação de nossos conceitos de nuvem iOS com 'essa falha sob a política' é melhor do que o silêncio de rádio que experimentamos no passado, mas isso dificilmente é um feedback útil'”, disse ele.

“Você só vai precisar do aplicativo do Facebook no Android. iOS não funcionará por enquanto. Porque, Apple (suspiro)”, disse o Facebook Gaming no Twitter.

“Estaríamos dispostos a dar os 30% para a Apple, não é isso que está nos segurando”, disse Rubin. “O que está nos segurando é que não temos permissão para fazer as coisas que fazemos no Android”.

O lançamento de jogos em nuvem pelo Facebook ocorre menos de um ano depois de ter gasto cerca de US$ 78 milhões para adquirir a PlayGiga, uma startup espanhola de jogos em nuvem. A publicação estima que 380 milhões de usuários mensais já joguem jogos HTML5 simples no Facebook.

Os desenvolvedores que adicionam seus jogos ao Facebook, diz a CNBC, podem anunciar demos jogáveis desses jogos, permitindo que eles promovam seus jogos para um grande público. Isso não só permite que usuários joguem jogos completos dentro de anúncios, como cria mais um produto de anúncio para o Facebook.

“Com esse novo formato, agora podemos oferecer suporte a demonstrações interativas do código nativo de um jogo, confundindo a linha entre jogos e anúncios”, disse a empresa em um blog.

Os jogos em nuvem do Facebook começarão a ser lançados esta semana para usuários de alguns estados norte-americanos. Segundo Rubin, em todas as regiões localizadas perto do data center do Facebook. A empresa espera expandir a disponibilidade nos próximos meses.