Home  >  Inovação

Qualcomm e BNDES lançam fundo milionário para fomentar Internet das Coisas

Com valor total de até R$ 160 milhões, fundo terá como foco investimento em startups que desenvolvem soluções para o setor

Da Redação

18/12/2019 às 12h31

Foto: Shutterstock

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou nesta quarta-feira (18) ter firmado uma parceria com a Qualcomm Ventures — braço de investimentos da companhia de chips — a criação de fundo de investimentos em participações, com duração prevista para dez anos. 

Projetado para comportar entre R$ 120 milhões e R$ 160 milhões, todos os recursos alocados serão destinados a startups com produtos voltados para o setor de Internet das Coisas, em especial para áreas como Indústria 4.0, cidades inteligentes, saúde, agronegócio e IoT residencial. 

“Fundos como esse são instrumentos inovadores para fomentar o empreendedorismo no Brasil, principalmente em setores de maior risco, como o de tecnologia", afirma Gustavo Montezano, Presidente do BNDES. 

  • Leia na IT Trends 

Já pensou em ser um professor de robôs? 

“Quanto mais você ignorar a automação, menos vai fazer par com ela”, alerta futurista 

Vale ressaltar que o alvo dos investimentos está em capital semente, que costuma ser o primeiro investimento feito dentro de startups que não sejam pelos próprios fundadores, parentes ou amigos.

De acordo com dados do edital, só serão elegíveis ao fundo empresas com faturamento bruto de até R$ 16 milhões no ano. O fundo espera investir em, no mínimo, 14 empresas.

Montante atual e candidaturas

Qualcomm Ventures e BNDES já informaram que arcarão com R$ 80 milhões do valor total do fundo, sendo que o restante será completado por futuros parceiros. Como incentivo, o BNDES explicou em comunicado que o fundo entra nos critérios da Lei da Informática, que confere a fabricantes autorização para investir em recursos de venture capital.  

Os gestores de fundos de investimento que desejarem participar da iniciativa precisam se candidatar pelo site do BNDES até o dia 7 de fevereiro de 2020. Para saber mais informações sobre o processo de escolha dos parceiros e características do fundo, é possível acessar o edital