Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Home  >  Inovação

Google lança TensorFlow Quantum: biblioteca de código aberto para Machine Learning quântico

Estrutura reúne iniciativas de aprendizado de máquina e computação quântica da gigante de tecnologia

Da Redação

10/03/2020 às 16h03

Foto: Shutterstock

O Google anunciou nessa segunda-feira (9), o lançamento do TensorFlow Quantum, uma biblioteca de código aberto para a prototipagem rápida de modelos de Machine Learning (ML) quânticos. A estrutura pode construir conjuntos de dados quânticos, protótipo de modelos quânticos híbridos e clássicos de ML.

Segundo o anúncio da empresa, o TensorFlow Quantum (TFQ) fornece as ferramentas necessárias para reunir as comunidades de computação quântica e pesquisa de ML para controlar e modelar sistemas quânticos naturais ou artificiais, por exemplo, processadores NISQ (Noisy Intermediate Scale Quantum) com aproximadamente 50 a 100 qubits.

A estrutura foi desenvolvida em colaboração com a Universidade de Waterloo, a divisão da Alphabet para projetos inovadores - a X e Volkswagen.

Conforme explicação do Google, o TFQ integra o Cirq ao TensorFlow e oferece abstrações de alto nível para o desenvolvimento e implementação de modelos quânticos clássicos, tanto discriminativos quanto generativos, fornecendo computação quântica primitiva compatíveis com as APIs existentes do TensorFlow, além de simuladores de circuito quântico de alto desempenho.

“Acreditamos que a ponte entre as comunidades ML e Quantum levará a novas descobertas empolgantes e acelerará a descoberta de novos algoritmos quânticos para resolver os problemas mais desafiadores do mundo”, disse o comunicado publicado no blog AI Google.

O lançamento do TensorFlow Quantum acontece na mesma semana que o TensorFlow Dev Summit, uma reunião anual de profissionais de Machine Learning que usam a estrutura nos escritórios do Google no Vale do Silício. Devido à tensão sobre o coronavírus, o evento físico foi cancelado.

“Hoje, o TensorFlow Quantum é voltado principalmente para a execução de circuitos quânticos em simuladores clássicos de circuitos quânticos. No futuro, o TFQ poderá executar circuitos quânticos em processadores quânticos reais suportados pelo Cirq, incluindo o próprio Sycamore, o processador do Google”, informou a gigante de tecnologia.

Snippets HTML5 default Intervenções CW

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15