Home  >  Carreira

Estas são as linguagens de programação mais amadas (e as mais odiadas) pelos desenvolvedores

Desenvolvedores se mantêm fiéis a algumas linguagens

Da Redação

29/05/2020 às 14h00

Foto: Shutterstock

Os desenvolvedores continuam fiéis as mesmas linguagens de programação do ano passado, sugere pesquisa da Stack Overflow 2020. A Rust continua ocupando o topo das favoritas, entretanto, o relatório destaca o crescimento da popularidade do segundo lugar, a TypeScript, que derrubou o Python para a terceira posição do ranking.

A pesquisa da Stack Overflow entrevistou mais de 65.000 pessoas e foi realizada em fevereiro desde ano, antes da pandemia. Embora, muitas percepções sejam consistentes, com as mudanças na cultura do trabalho e nos crescentes números de desemprego no setor devido à crise da Covid-19, muito deve mudar no ano que vem, prevê a empresa.

Segundo o levantamento, o aumento da popularidade do TypeScript destaca a mudança de direção da Microsoft e a adoção do movimento de código aberto. À medida que as bases de código da web front-end e do Node.JS aumentam em tamanho e complexidade, a adoção da digitação estática do TypeScript oferece aos desenvolvedores uma confiança maior na correção do código.

A capacidade do TypeScript de ser adotada de forma incremental significa que os desenvolvedores podem se interessar, obtendo benefícios imediatos, sem precisar realizar um projeto de portabilidade arriscado. O TypeScript também preenche várias alterações do ECMAScript (como funções de seta, assíncrono e classes) antes de estarem amplamente disponíveis nos navegadores.

As mais odiadas

Do lado oposto do ranking, VBA, Objective C e Perl compõem as linguagens mais odiadas, que ainda assim são altamente usadas, mas segundo a pesquisa, os desenvolvedores que codificam com elas não têm interesse em continuar fazendo isso.

O JavaScript continua sendo a linguagem mais usada pelo oitavo ano consecutivo, o jQuery ainda está no topo da lista de estruturas, assim como o MySQL para bancos de dados.