Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Home  >  Carreira

Cidades nos Estados Unidos para encontrar um bom emprego de TI

Longe dos grandes centros, municípios com menos fama pagam salários superiores a US$ 80 mil para profissionais de tecnologia

COMPUTERWORLD EUA

18/03/2016 às 8h00

eua_estados_unidos.jpg
Foto:

As oportunidades de trabalho nos Estados Unidos não se resumem apenas aos grandes centros urbanos como Nova York e San Francisco. Muitas cidades menores espalhadas pelo país são terreno próspero para quem procura bons empregos em tecnologia da informação. O desafio, é encontrar essas minas de ouro.

De acordo com dados de remuneração média e percentual de trabalhadores de TI fornecidos pelo U.S. Bureau of Labor Statistics, foi possível criar uma lista para ajudar na tarefa de quem sonha em migrar para terra do Tio Sam. A seguir, apresentamos dez destinos interessantes para considerar.

Omaha (Nebraska)

A cidade passa por um período de expansão econômica. Melhor que isso é o fato de que há grandes oportunidades para trabalhadores com conhecimento e empresas focadas em tecnologia. Com 3,7% da força de trabalho atual alocada em posições de TI, o salário médio anual gira em torno de US$ 74,7 mil e a taxa de desemprego é de apenas 2,5%.

Huntsville (Alabama)

Localizada próxima a instalações militares e centros de pesquisa aeroespaciais, Huntsville se torna um microcentro tecnológico. Com uma população aproximada de 180 mil habitantes, cerca de 6,5% trabalha em postos de tecnologia da informação. O salário médio anual gira na casa dos US$ 89 mil – acima, por exemplo, do que é pago aos trabalhadores de TI de Los Angeles (US$ 88,9 mil por ano), com um custo de vida consideravelmente menor.

Springfield (Illinois)

O município oferece diversas oportunidades para trabalhadores de TI. Os ganhos médios para esses profissionais giram na casa de US$ 85 mil, ao ano, e o desemprego geral na cidade é de somente 3,2%.

Fort Worth (Texas)

A cidade é berço de grandes empregadores de TI, abrigando empresas como a American Airlines. A média salarial é de US$ 83,9 mil.

Rochester (Minnesota)

O segundo maior empregador no município, que contabiliza um total de 5 mil trabalhadores em posições relativas à tecnologia, é a IBM. TI, aliás, responde por 4,8% da força de trabalho de Rochester. A remuneração anual média é semelhante a Forth Worth (US$ 83,9 mil) e a taxa de desemprego é de incríveis 1,9%.

Lynchburg (Virginia)

Como o território bastante amplo, a cidade abriga uma população de 250 mil habitantes. Porém, um terço (80 mil) apenas situa-se no complexo mais central da cidade. Do total de trabalhadores, cerca de 2,6% ocupa posições de TI. A taxa de desemprego é menor do que 2% e o salário médio anual é de US$ 79,4 mil.

Des Moines (Iowa)

Em fase de expansão econômica, Des Moines está se tornando um hub de empregos de tecnologia. Em 2014, o número de ofertas de emprego na área cresceu 6% e a participação do setor no volume total de trabalhadores atuando com TI chegou a 3,8%. A média salarial é de US$ 76,8 mil ao ano.

Columbus (Ohio)

A Ohio State University e o Ohio Supercomputer Center contribuem para que Columbus seja um pólo tecnológico nos Estados Unidos. A média salarial no setor gira na casa dos US$ 78,8 mil e o percentual de trabalhadores que atuam com TI no município é de 4%.

Houston (Texas)

A proximidade com a Nasa e outros expoentes da indústria aeronáutica, bem como a força dos setores de biomedicina e energia, alavanca boas oportunidades de trabalho no campo da tecnologia da informação. A remuneração média anual para posições no setor é de US$ 88,2 mil.

St. Louis (Missouri)

A região metropolitana de St. Louis abriga mais de 40 mil trabalhadores de TI, fazendo o setor o responsável por 3,3% do total de empregados da cidade. Esses números avançam com o surgimento de espaços de coworking e incubadoras de base tecnológica no centro do município, e com o apoio de organizações sem fins lucrativos que conectam trabalhadores da área a potenciais empregadores. A média salarial gira em torno de US$ 79,2 mil ao ano.

Tags

Snippets HTML5 default Intervenções CW

Deixe uma resposta

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15