Home  >  Carreira

8 motivos para aprender Python

Linguagem conquistou os profissionais de tecnologia em 2020 e tem razões que justificam sua popularidade

Da Redação

30/03/2021 às 11h49

Foto: Adobe Stock

Python é uma linguagem de programação de alto nível (do inglês High Level Language), que tem como diferencial um grande número de bibliotecas, nativas e de terceiros, o que a torna muito difundida e útil para diversos setores e também para desenvolvimento web. Foi a mais utilizada em 2020, segundo ranking da TIOBE, e considerada uma das mais populares (44,1%) e uma mais amadas (66,7%) pelos profissionais de programação, segundo levantamento 2020 Developer Survey, da Stack Overflow. Ainda, é a linguagem que mais as pessoas querem aprender (30%) no mundo inteiro, com grande vantagem em relação à segunda opção, com interesse de 18,5%.

Criada pelo matemático holandês Guido Van Rossum, no início dos anos 90, sob a filosofia de valorizar o esforço humano sobre o computacional, parte da sua popularidade se dá pois Python é acessível, dinâmica, interpretada, modular, multiplataforma, orientada a objetos por natureza e ainda multiparadigma - o que possibilita maior controle e estabilidade de códigos para projetos de grandes proporções.

Para o profissional que deseja atuar com excelência e dominar essa que é uma das linguagens mais cobiçadas por profissionais da área de tecnologia e pelo mercado como um todo, Daniel Kriger, CEO da Kenzie Academy Brasil, e Luan Roger Santos Santana, Instrutor Sênior da escola de programação, listam oito motivos para aprender Python. Confira:

Sem medo de testar

Se realizar testes no trabalho era um momento desagradável, saiba que com o Python a vida é muito mais animada. Ele possui um grande volume de estruturas de testes integrados, além de diversos módulos voltados exclusivamente para o enquadramento de testes, ou seja, com certeza sua aplicação poderá ser testada com muita eficiência. Isso justifica o motivo pelo qual os desenvolvedores de software em Python adoram utilizar TDD (Test Driven Development), o que traz mais segurança e confiança aos seus projetos, além de ser um fator muito importante para as empresas economizarem, evitando bugs.

Scripting e automação

Um dos maiores objetivos de um profissional de tecnologia é automatizar tarefas, especialmente as mais repetitivas. Com Python, desenvolver scripts de automação é totalmente possível e rápido graças às suas várias bibliotecas nativas, disponíveis com sua instalação e também com as soluções que toda a comunidade de desenvolvedores constroem, para solucionar problemas reais. Algumas bem utilizadas para automatizar tarefas são a Requests, Beautifulsoup, Robot Framework, Selenium with Python, RPA for Python.

Desenvolvimento web

O desenvolvimento de aplicações para web é uma das utilizações mais comuns de Python, desde sites simples, como hotpages para ações de marketing, até ERPs [sigla em inglês para Sistema de Gestão Empresarial] capazes de administrar empresas e realizar vendas de produtos e serviços. A linguagem possui uma extensa variedade de frameworks para todos os tipos de gostos, entre eles, os famosos Django, Flask e FastAPI.

Administração de bancos de dados

A grande maioria dos softwares está ligada a bancos de dados de diversos tipos, uma necessidade que recebe bastante atenção dos desenvolvedores que utilizam essa linguagem. Portanto, é possível encontrar bibliotecas para todos os tipos mais utilizados, tornando o trabalho do desenvolvedor muito eficiente e flexível quanto a manter e administrar os dados de uma empresa.

Computação gráfica de filmes e games

É fã da saga Star Wars? Se você já assistiu aos filmes mais recentes, saiba que todos os seus efeitos de computação gráfica, produzidos pela Industrial Light & Magic, envolvem a linguagem Python. Além de existir vários pacotes de soluções para esta área, como PyOpenGL e PyGame, há ainda o poderoso software de criação de gráficos 3D, o Blender, que utiliza o Python como linguagem principal.

Inteligência Artificial

Outra atividade corriqueira com a presença de Python é a resposta que o Google traz após uma simples busca, apresentando exatamente o retorno que você esperava. Isso porque os algoritmos e modelos de inteligência artificial presentes no buscador, elaborados para predizer a sua intenção de busca são, em sua maioria, desenvolvidos nesta linguagem. Entre as bibliotecas mais comuns voltadas ao aprendizado de máquina estão o TensorFlow, PyThorch, Theano e Keras.

Simplificando o Big Data

A área de conhecimento utilizada para analisar e interpretar grandes volumes de dados, conhecida por Big Data, é um dos mais populares campos onde Python tem se tornado a linguagem favorita, justamente por ser facilmente compreendida pelos profissionais de diversas especialidades. Além disso, duas características principais o levam a ser ótimo para essa tarefa: criação de scripts e facilidade em utilizar as várias bibliotecas gratuitas desenvolvidas em parcerias com especialistas de áreas distintas. É possível analisar, processar e também exibir os dados com muita eficiência e clareza.

Ciência de dados e mútua contribuição

O crescente número de bibliotecas disponíveis em Python voltadas à análise de dados oferece funções e métodos de otimização para praticamente quaisquer objetivos. A grande comunidade de Python, não apenas internacional, mas também no Brasil, é um poderoso atrativo: o compartilhamento de soluções e informações entre profissionais da área diminui consideravelmente as chances de um programador precisar lidar com um problema sem solução aparente.