Home  >  Negócios

Tecnologia de personalização triplica vendas de e-commerce

Apelidada de vitrine virtual, solução utiliza ciência de dados e histórico de compras para apresentar produtos com maior probabilidade de compra

Da Redação

15/09/2020 às 10h00

Foto: Adobe Stock

E-commerce de moda com mais de 15 mil itens para compra, o Posthaus utilizou uma solução da Supero Tecnologia para melhorar a experiência do cliente e aumentar o tíquete médio das compras realizadas dentro da plataforma.  

A página da loja virtual foi desenvolvida para mostrar na parte superior uma vitrine com opções de peças disponíveis no inventário, sendo que as mesmas sugestões eram apresentadas para todos os usuários que acessavam o endereço, sem nenhuma personalização de conteúdo. 

No projeto realizado pela Supero, a companhia uniu o histórico de compras do consumidor e soluções de big data e ciências de dados para, com base nas informações, desenvolver uma vitrine que mostra ao cliente logado peças de roupa que teriam mais "a sua cara", com base nas compras anteriores. 

“Quando entendemos as necessidades do Posthaus, desenvolvemos uma solução em Data Science, na qual mesclamos estatísticas com as regras de negócio, olhando para o histórico de consumo, entendendo tendências nos comportamentos de compras, para ofertar produtos mais coerentes com o perfil do cliente, melhorando a experiência de compra no site, app mobile ou onde quer que as recomendações sejam apresentadas”, explica Normélio Schneider Junior, cientista de dados da Supero responsável pelo projeto.   

Desde o início, o novo sistema já mostrou resultados bem significativos. “Em apenas um mês de uso tivemos um aumento de quase três vezes nas interações dos usuários com a vitrine, e as vendas também triplicaram desde a implementação. Com isso, conseguimos ver que estamos sendo bem assertivos nos produtos que estamos indicando”, explica Robson Schmidt, gerente de TI da Posthaus. 

De acordo com Schmidt, a empresa tem como objetivo investir em mais soluções que utilizem inteligência de dados para entender melhor o perfil de cada usuário e aprimorar a oferta de produtos. 

“Cada vez mais as pessoas têm buscado experiências e produtos mais especializados e também esperam gastar menos tempo buscando o que procuram. Ainda temos desafios de conseguir aliar o uso da inteligência artificial com o comportamento do cliente para entender qual o melhor momento para fazer as recomendações, facilitando a vida dos usuários e consequentemente o aumento das nossas vendas”.