Home  >  Negócios

TIM fecha segundo trimestre com queda nos lucros

Empresa fechou período com lucro líquido ajustado de R$ 260 milhões, valor 24% menor do que em 2019; companhia também propôs reestruturação

Da Redação

30/07/2020 às 16h00

Foto: Adobe Stock

 A TIM divulgou nesta quarta (29) seu resultado financeiro relativo ao desempenho operacional do segundo trimestre. Assim como aconteceu com a Telefônica/Vivo, a empresa registrou queda nos números financeiros. 

Durante abril, maio e junho, a companhia obteve receita líquida de R$ 3,9 bilhões, valor 6,5% menor do que os R$ 4,2 bilhões registrados no mesmo período de 2019. O lucro líquido ajustado ficou em R$ 260 milhões, 24% a menos do que os R$ 342 milhões do ano passado. 

O fechamento de lojas e também redução de despesas dos próprios usuários por conta da pandemia são alguns dos principais motivos para a queda. Porém, a empresa já detecta uma certa recuperação financeira. Segundo os dados do relatório, as vendas de linhas pré-pagas subiram 21,6% em junho ante abril e as de pós-pagos evoluíram 78,3% no mesmo período. 

Outra consequência indireta da crise foi o aumento da compra de soluções de conexão de banda larga: no segundo trimestre, a base de dados ultrapassou 600 mil conexões, crescendo 19,6% no ano a ano. Em contrapartida, as linhas pré-pagas sofreram queda de 8,7%, registrando 30,7 milhões de números. 

Planos de reorganização

No comunicado aos investidores, a empresa também anunciou que irá submeter à assembleia geral de cada companhia uma proposta de incorporação da TIM Participações pela subsidiária TIM S.A.  

“A Incorporação pretendida tem o objetivo deproporcionar maior eficiência e simplificação da  estrutura organizacional do Grupo TIM, por meio da integração de unidades administrativas e financeiras, permitindo, a concentração e redução do  custo  operacionais e outras  despesas,  tais como gastos com auditoria, consultores”, afirma a marca no relatório. 

Dentro desse formato, os acionistas da TIM Participações - que é listada na B3 e também negocia recibos de depósitos na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) - teriam o mesmo número de ações da TIM SA, de capital fechado. 

Tags