Home  >  Negócios

Google completa 15 anos no Brasil: startup de Minas Gerais é ‘marco zero’ da gigante no País

País se tornou um dos cinco maiores mercados da companhia no mundo, com aplicações que ultrapassam 1 bilhão de usuários cada

Carla Matsu

20/07/2020 às 19h53

Foto: Reprodução Google

Era 20 de julho de 2005 quando o Google oficializava, de vez, sua operação no Brasil. A empresa de tecnologia fundada por Larry Page e Sergey Brin batia, então, o martelo para a compra da mineira Akwan Information Technologies. As sinergias entre as duas se alinhava à ambição daquela que se tornaria a quarta maior companhia de tecnologia em valor de mercado do mundo. Assim como o Google, a Akwan foi criada por acadêmicos, mais precisamente, por professores e estudantes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte. E no centro da vocação da Akwan o objetivo de desenvolver um buscador 100% nacional, o TodoBR.

Em post para celebrar o aniversário de 15 anos do Google no Brasil, Berthier Ribeiro-Neto, hoje Diretor de Engenharia do Google na América Latina e um dos fundadores da Akwan, lembra de um momento ainda anterior às duas empresas fecharem o negócio. “Pouca gente sabe, mas o processo de compra começou no ano anterior, quando o Google estava em busca de novos negócios para adquirir e um brasileiro que já trabalhava na empresa, Luiz André Barroso, hoje vice-presidente de engenharia, sugeriu uma visita a Belo Horizonte para conhecer a Akwan e sua equipe de 12 engenheiros especializados em tecnologia de busca”, escreveu. “Em pouco tempo, o trabalho do time de especialistas brasileiros ganhou reconhecimento da nossa sede em Mountain View e, em novembro de 2006, foi inaugurado em Belo Horizonte o primeiro Centro de Pesquisas e Desenvolvimento do Google Inc. na América Latina”. Meses depois da aquisição da Akwan, o Google abria seu escritório de negócios em São Paulo.

Hoje, a operação de BH reúne 181 profissionais. Destes, 174 são engenheiros, incluindo profissionais vindo de países como Peru, Argentina, Colômbia, Venezuela e Índia. Em entrevista concedida à Computerworld Brasil, na ocasião do Google for Brasil em 2019, Berthier deu a dimensão do que o escritório de BH representa para a operação global do Google. “Qualquer consulta que você fizer, em qualquer língua, em qualquer lugar do mundo, você vai encontrar entre os resultados, resultados colocados lá por um programa escrito no Brasil, em Belo Horizonte. Eu gosto deste exemplo, porque mostra que a gente pode fazer em Terra Brasilis, disse.

Entre os projetos mais recentes do time de BH estão o Family Link, aplicativo que ajuda famílias a criarem hábitos digitais saudáveis no dia a dia, e tecnologias de combate a ataques de phishing e spam. Os engenheiros de Belo Horizonte foram fundamentais também para o desenvolvimento do painel informativo da Busca sobre a COVID-19, que é usado no mundo todo com dados oficiais da Organização Mundial da Saúde e também do Ministério da Saúde.

Equipe da Akwan, em BH. Berthier Ribeiro-Neto, com camiseta amarela da 'seleção' Google, ao lado direito de Larry Page

Top 5 do mundo

O mercado brasileiro se tornou um dos cinco principais mercados do Google quando se reflete o número de usuários de nove produtos da companhia. Busca, Android, Chrome, YouTube, Maps, Play Store, Fotos, Drive e Gmail - cada um deles conta com mais de 1 bilhão de usuários brasileiros.

O impacto de produtos de tecnologia no dia a dia pode ser difícil de ser mensurado. Afinal, ainda mais quando se fala da quase onipresença que o Google conseguiu atingir em nossos hábitos mais banais na Internet. Pesquisa da Kantar, feita com 1.100 pessoas on-line e encomendada pela companhia, buscou medir este valor. Segundo o estudo, 8 entre cada 10 brasileiros das classes A, B e C usam diariamente serviços da empresa. "81% dos entrevistados acreditam que o Google contribuiu positivamente para a sociedade e que nossos produtos ajudaram a melhorar a vida dos brasileiros em diferentes áreas, em especial no estudo e trabalho", destacou Berthier e Fábio Coelho, Presidente do Google Brasil, no post publicado no blog da companhia.

Em 2019, segundo o Relatório de Impacto Econômico, mais de 188 mil empresas, publishers, ONGs, criadores e desenvolvedores no País utilizaram das ferramentas de Busca e publicidade, além do YouTube e do Google Play. Estes números, segundo o Google, ajudaram a movimentar R$ 51 bilhões em atividade econômica no Brasil.

Tags