Home  >  Plataformas

Com novos recursos de IA, Microsoft acredita ter a resposta para a ‘fadiga’ do home office

Modo Juntos, reações ao vivo e filtros de vídeo dão ao aplicativo corporativo uma nova cara de rede social

Carla Matsu

13/07/2020 às 8h00

Foto: Reprodução Microsoft

A Microsoft anunciou uma série de recursos que buscam lidar com a fatiga causada pelo excesso de videochamadas e com a possível solidão que os funcionários enfrentam no dia a dia do home office estendido. As novidades chegam para a plataforma de comunicação e colaboração Microsoft Teams, que se tornou a menina dos olhos da gigante de tecnologia em meio à pandemia e o trabalho remoto inevitável.

Pesquisa conduzida pela Microsoft, a Work Trend Index, buscou investigar a experiência dos trabalhadores remotos nos últimos meses de isolamento. O estudo contou com o apoio de entrevistas de trabalhadores, de especialistas em IA e realidade virtual e até mesmo eletroencefalogramas (EEG) do cérebro humano. Segundo Jared Spataro, Corporate Vice President para o Microsoft 365, o objetivo da pesquisa é cobrir tanto os pontos positivos quanto os aspectos desafiadores do trabalho remoto para que a companhia possa acelerar o desenvolvimento de produto na áreas certas. "Antecipar como o trabalho irá mudar no futuro e ajudar nossos clientes a prosperar neste novo mundo", destacou em post publicado no blog da empresa.

Uma das conclusões do estudo é que o trabalho remoto pode ser mais desafiador e cansativo do que a colaboração nos ambientes presenciais. Estudos científicos conduzidos pelo Human Factor Labs, da Microsoft, indicam que as novas condições de trabalho, onde reuniões virtuais se tornaram "o novo normal" podem, de fato, sobrecarregar o nosso cérebro.

De acordo com a empresa, as atualizações do Microsoft Teams buscam ir nesta direção. As novidades, diz a Microsoft, tornam as interações virtuais "mais naturais, mais engajadoras e, por fim, mais humanas”.

Vale ressaltar que para além do trabalho em casa, as atualizações também visam cobrir o ensino à distância, que se se tornou mandatório neste período.

Os novos recursos do Microsoft Teams incluem:

Modo Juntos: o novo recurso usa a tecnologia de segmentação de inteligência artificial para colocar digitalmente os participantes de uma reunião em um plano de fundo compartilhado (como a foto que abre esta matéria sugere). A ideia aqui é permitir que todos os participantes pareçam sentados na mesma sala com todos os outros membros da reunião ou aula. Segundo a Microsoft, o recurso ajuda a se concentrar nos rostos e na linguagem corporal das outras pessoas, facilitando assim a compreensão da comunicação não verbal, importante para a interação humana. O modo Juntos estará disponível para todos os usuários do Teams em agosto.

Visualização dinâmica: este novo recurso oferece mais controle sobre como você vê conteúdo compartilhado e outros participantes. Aqui, usa-se também IA para otimizar dinamicamente o conteúdo compartilhado e a participação por vídeo. Novos controles, incluindo a capacidade de exibir conteúdo compartilhado e participantes específicos lado a lado, permitem personalizar a exibição para se adequar às suas preferências e necessidades.

Filtros de vídeo: antes de ingressar em uma reunião, você poderá usar filtros para ajustar os níveis de iluminação e suavizar o foco da câmera para customizar sua aparência.

Reações ao vivo: outro recurso emprestado das redes sociais busca engajar os participantes de uma reunião. Em breve, será possível reagir em uma reunião usando emojis que aparecerão para todos os participantes. A ideia é oferecer Feedback instantâneo ao apresentador com dicas não-verbais.

Atribuição de orador e tradução para legendas e transcrições ao vivo: o Teams já fornece legendas ao vivo, mas em breve a Microsoft adicionará a atribuição de orador para que as legendas especifiquem quem está falando. As transcrições ao vivo serão lançadas no final deste ano. Também estará disponível a possibilidade de traduzir legendas em sublegendas para que se possa acompanhar outro idioma que não o que está sendo falado.

Reunião interativa para mais de 1000 participantes: segundo a Microsoft, o Teams passará a dar suporte para até 20.000 participantes em uma única reunião - um recurso útil que busca cobrir as demandas de educação à distância.

Respostas sugeridas: o novo recurso para o chat do Teams faz uso de IA para criar respostas curtas com base no conteúdo da mensagem anterior. Por exemplo, um colega pode vir a lhe perguntar “você tem tempo para se encontrar hoje?”. O recurso, de forma semelhante como acontece no Microsoft Outlook, dará as opções de resposta para que você não precise digitá-la. Será lançado ainda neste mês.

Cortana no Teams: a assistente inteligente da Microsoft passará a habitar o aplicativo móvel Teams. Você poderá pedir à Cortana para fazer uma ligação, participar de uma reunião, enviar mensagens no chat, compartilhar arquivos etc. Entretanto, a Cortana no Teams ficará inicialmente restrita aos usuários nos Estados Unidos. Ainda não há previsão para um lançamento global e em outros idiomas do recurso.

Segundo a Microsoft, todas as novidades - com exceção da Cortana - chegam aos usuários do Teams ainda neste ano.