Home  >  Carreira

Como líderes podem ajudar colaboradores que trabalham presencialmente?

Gartner lista iniciativas que podem ser adotadas por negócios para garantir tranquilidade aos funcionários que não estão remotos

Da Redação

27/06/2020 às 12h00

Foto: Shutterstock

Apesar de boa parte da força de trabalho ter sido removida para o formato de trabalho remoto,existem muitos segmentos designados como essenciais e que, por isso, precisam continuar trabalhando e se expondo mais aos riscos de contágio do novo coronavírus (Covid-19).

Porém, como a crise atual apresenta fatores que nunca foram vistos por essa geração e suas consequências iniciais impactam a saúde das pessoas, é esperado o crescimento de sensações como ansiedade e insegurança, que precisam ser levadas em consideração pelas lideranças.

“Esses funcionários precisam do máximo de proteção, assistência e suporte possível”, alerta Brian Kropp, Vice-Presidente de Pesquisa do Gartner. “Além de fornecer máscaras, desinfetantes e equipamentos de proteção individual, os líderes de RH deveriam monitorar proativamente como os empregados se sentem a respeito de seu trabalho e local de trabalho”, acrescenta.

Abaixo, a consultoria apresenta iniciativas que companhias podem adotar para tornar o momento presente menos preocupante para as equipes que não podem adotar o distanciamento social:

Garanta a segurança

Mantenha a saúde e o bem-estar dos funcionários como a sua principal prioridade. Incentive aqueles que apresentam sintomas da doença a ficar em casa e, se possível, ajuste as políticas de licença para garantir que os trabalhadores doentes possam entrar em quarentena sem prejudicarem sua renda.

Algumas medidas de segurança aparentemente pequenas podem ajudar a reduzir a propagação do vírus e proporcionar segurança aos funcionários presenciais:

  • Verifique a temperatura dos funcionários antes de estes entrarem nas instalações;
  • Incentive os funcionários a deixarem as portas do escritório e das salas de reuniões abertas para reduzir a necessidade de tocar as maçanetas das portas;
  • Limite as equipes presenciais a apenas alguns membros, sempre que possível. Forneça mais espaço privado e incentive os funcionários a seguirem diretrizes rígidas de higiene.

Comunique-se com frequência

Os funcionários estão sob uma imensa quantidade de estresse e precisam ter certeza de que sua organização se preocupa com eles e tem seus melhores interesses em mente.

Reforce o compromisso da empresa com a segurança e instrua seus funcionários compartilhando informações relevantes e baseadas em fatos regularmente. Portais de assistência aos funcionários ou canais virtuais oferecem maneiras oportunas de abordar as preocupações dos funcionários.

Incentive-os a buscar informações em sites confiáveis, como o da Organização Mundial de Saúde (OMS) e de autoridades de Saúde, que oferecem informações consistentes, relevantes e importantes sobre o coronavírus.

Promova políticas justas no local de trabalho

Certifique-se de que as políticas do local de trabalho estejam alinhadas aos princípios e compromissos de sua organização e mantenha um tratamento justo para todos os funcionários.

Garanta que todos, especialmente aqueles em grupos de baixa renda, tenham acesso igual às políticas de saúde da empresa, por exemplo. Enquanto isso, os líderes deveriam permitir que os funcionários presenciais usem suas férias, conforme necessário.

Depois que o pico da crise passar, considere outras maneiras de manter as condições equitativas. Por exemplo, talvez permitir a negociação de férias remuneradas.

Desenvolva estratégias para auxiliar os funcionários

Inove as formas de dar suporte aos funcionários presenciais. Por exemplo: divida os funcionários em equipes que trabalhem em dias alternados da semana e ofereça horários de entrada mais flexíveis para aqueles que possuem maiores obrigações familiares. Medidas simples podem ser um modo eficaz de demonstrar apoio, como oferecer lanches gratuitos.

Uma pesquisa recente do Gartner mostrou que 51% das organizações estenderam as opções de licença para trabalhadores doentes ou que tinham familiares doentes durante a pandemia.

Para espelhar essas ações, considere permitir que funcionários em grupos de risco – mulheres grávidas, pessoas com sistema imunológico debilitado ou que tenham mais de 65 anos – tirem licenças remuneradas por até 30 dias.

“Nossa pesquisa determinou que uma em cada cinco organizações ajudou seus funcionários de alguma forma e minimizaram os impactos financeiros oferecendo remunerações adicionais ou fundos para alimentos e emergências”, diz o analista.

“As restrições de viagem e socialização desencadearão demandas dos funcionários por acesso à educação, saúde e provisões diárias, portanto, antecipe essas necessidades e estabeleça canais para o compartilhamento de informações pertinentes”, complementa.

Incentive a participação

Os funcionários valorizam empresas que investem em suas vidas pessoais, principalmente em tempos de crise. Em vez de assumir o que é melhor para os seus colaboradores, pergunte como é possível dar suporte a eles e suas famílias. Esse feedback é útil para determinar as decisões de investimento em seu pessoal e os próximos passos.

Além disso, aproveite as redes entre os funcionários e os líderes de negócios para obter informações sobre como outras organizações estão gerenciando a segurança e a experiência de suas equipes presenciais.

Recompense e reconheça

Manter o engajamento e a produtividade dos funcionários durante uma pandemia requer uma camada extra de esforço dos líderes de RH.

Os executivos das maiores companhias têm reduzido seus próprios salários como forma de continuar oferecendo a seus empregados uma renda estável durante esse período. O RH pode institucionalizar outras formas de compartilhar fundos.

Por exemplo: incentive gerentes seniores a doar pequenas quantias a um fundo destinado a ser usado para recompensar bônus excepcionais para funcionários presenciais em reconhecimento aos seus esforços.

Uma pesquisa do Gartner indica que o desejo dos trabalhadores em serem reconhecidos aumenta cerca de 30% em tempos de dificuldades.

Os líderes de RH podem utilizar os canais de comunicação da organização para reconhecer nominalmente os funcionários por seu compromisso durante a crise. Também envie uma nota pessoal a cada indivíduo agradecendo a eles e suas famílias por sua dedicação.

Organizações que tomam medidas para reconhecer e recompensar seus funcionários presenciais ajudam a melhorar a experiência no local de trabalho e a aumentar a produtividade.

Tags