Home  >  Negócios

Google Duo e Google Meet recebem novos recursos

Duo agora oferece possibilidade de convite para videoconferência com link compartilhado e Meet ganha “denoiser” a base de inteligência artificial

Da Redação

15/06/2020 às 9h00

Foto: Shutterstock

O uso de ferramentas de colaboração e videoconferência explodiu com a crise do coronavírus e exigiu que milhões de pessoas trabalhassem e estudassem de casa. A Google, que atua nesse setor, é uma das muitas empresas que viu o número de participantes diários do Zoom subir de 10 milhões para mais de 200 milhões em três meses.

Nesta disputa, a empresa de Mountain View está posicionando o Meet, que teve 100 milhões de participantes em conferências diariamente em abril, como alternativa do G Suite ao Zoom para empresas e consumidores. Mas para avançar alguns passos sobre a concorrente, a empresa está investindo pesado para aprimorar melhorias nas suas ferramentas de videoconferência, como o Google Meet e o Google Duo.

Google Duo

Nos últimos meses, alguns serviços como o Zoom e Google Meet facilitaram a junção de chamadas para grupos de pessoas a partir do convite de videoconferência através do compartilhamento de link. O Google Duo acaba de os alcançar e lança o recurso que faltava.

Agora, o usuário pode convidar qualquer pessoa para participar de uma vídeochamada do grupo do Google Duo com um link simples. A empresa já havia anunciado os códigos de convite para ligações em grupo do Duo em maio, mas a opção não foi lançada imediatamente. Agora, ele está trabalhando em várias versões do aplicativo, a partir da v89 em diante, diz o site Android Police.

Basta adicionar um membro na conversa com você e o link já será disponibilizado, então é possível copiá-lo ou compartilhá-lo em outro aplicativo. Quando alguém clicar no link, ele será aberto no Duo e oferecerá a exibição de membros do grupo antes de ingressar. Atualmente, isso funciona apenas em dispositivos móveis, pois as chamadas de grupo ainda não são suportadas no Web client.

A plataforma de videochamadas Duo agora tem links de convite no celular, tornando-o ainda mais um concorrente viável para o Zoom e outros aplicativos de videoconferência, de acordo com o Android Police.

Diferentemente do Google Meet, plataforma mais completa da empresa, o Duo é um aplicativo mais otimizado para celular e focado no consumidor. No entanto, a pandemia levou o Google a planejar e lançar recursos mais robustos para todos os seus vários aplicativos de bate-papo, incluindo o Duo.

O aplicativo ganhou recentemente um aumento na qualidade das chamadas, graças ao suporte do Google ao novo codec AV1, e o Duo agora também suporta até 12 pessoas em uma ligação, segundo publicação no site The Verge.

O Google também disponibilizou as chamadas Meet gratuitamente para os consumidores no final de abril, caso o usuário precise de uma opção mais poderosa baseada na Web para videoconferência em desktop ou laptop.

Os links de convite foram anunciados no mês passado como parte de uma distribuição mais ampla de recursos, incluindo suporte planejado da Web, que ainda está a caminho, e um modo de família já ativo para rabiscos na tela e efeitos de máscaras no estilo Snapchat.

A publicação do The Verge conta ainda que os links de convite estarão disponíveis em breve e que já eles estão ativos, mesmo em versões mais antigas do aplicativo, graças a uma atualização do servidor do Google.

No momento, os convites com link compartilhado só funcionam em dispositivos móveis, incluindo Android e iOS, ou seja, qualquer pessoa que clicar no link compartilhado na Web não poderá participar, a menos que esteja em um Chromebook compatível com a versão Android do aplicativo, de acordo com o 9to5Google.

Google Meet

A empresa também lançou recentemente o cancelamento de ruído do Google Meet. Assim como a futura funcionalidade de supressão de ruído do Teams, da Microsoft, o recurso aproveita o aprendizado supervisionado, que envolve o treinamento de um modelo de IA em um conjunto de dados rotulado, diz publicação do VentureBeat sobre o lançamento gradual da tecnologia.

O cancelamento de ruído chegará à Web primeiro, provavelmente até o final do mês. Android e iOS receberão a novidade mais tarde.
O Google já havia anunciado em abril que o recurso de cancelamento de ruído do Meet estaria disponível aos clientes do G Suite Enterprise e G Suite Enterprise for Education.

"Para ajudar a limitar as interrupções na sua reunião, o Meet agora pode filtrar de maneira inteligente as distrações de segundo plano - como latidos ou pressionamentos de teclas do seu cachorro enquanto você faz anotações da reunião", descreveu a empresa à época. O "denoiser", como é conhecido, está ativado por padrão, embora você possa desativá-lo nas configurações do Google Meet.

O VentureBeat relata que o Google trabalha no recurso há cerca de um ano e meio a partir de reuniões internas. Entretanto, Serge Lachapelle, Diretor de Gerenciamento de Produtos do G Suite, enfatiza que embora o recurso melhore ao longo do tempo a partir da tecnologia de IA, a empresa não usará diretamente reuniões externas para treiná-lo. Em vez disso, ele usará os canais de suporte ao cliente para tentar identificar onde o software pode estar dando errado.

O processamento do Google ocorre na nuvem, o que significa que ele pode funcionar de maneira consistente em uma gama muito mais ampla de hardware. Eventualmente, isso incluirá smartphones. Lachapelle enfatiza que os dados são criptografados durante o transporte e nunca são acessíveis fora do processo de remoção de ruído.