Home  >  Negócios

Salesforce cresce receita , mas ações caem ao projetar ano fiscal em 2020

Companhia de CRM fechou trimestre com US$ 4,87 bilhões. Entretanto, revisão da receita e lucro para o ano fiscal influenciou no valor dos papéis

Da Redação

29/05/2020 às 17h43

Foto: Shutterstock

A Salesforce divulgou nessa quinta-feira (29) os resultados financeiros para o primeiro trimestre encerrado em 30 de abril. A companhia fechou o período com uma receita de US$ 4,87 bilhões. O valor representa crescimento de 30% em relação ao trimestre anterior, comparou a empresa em comunicado.

Apesar do crescimento, as ações da companhia apresentavam queda de 3% nesta sexta-feira (28). O declínio no valor dos papéis vem na esteira de uma revisão das previsões de receita e lucro para o ano fiscal em meio a crise provocada pelo coronavírus. A companhia tomou algumas ações de apoio ao seu ecossistema de parceiros, permitindo que os clientes adiem pagamentos, ao mesmo tempo que forneceu à sua equipe de vendas comissões únicas para o primeiro trimestre.

Segundo a Reuters, a maioria das despesas da Salesforce foi registrada no primeiro trimestre, incluindo US$ 140 milhões em comissões de vendas. O CEO Marc Benioff, em teleconferência de resultados, disse que as organizações ao redor do mundo estão acelerando planos para um ambiente de trabalho que pode ser feito de qualquer lugar. Essa movimentação ajudaria a Salesforce a assinar mais acordos, sugeriu o executivo.

"Estive em mais ligações de vendas com mais CEOs nos últimos dois meses do que em qualquer momento da minha carreira", destacou Benioff.

Com a revisão sob os efeitos da covid-19, a Salesforce agora espera uma receita de US$ 20 bilhões para o ano fiscal que termina em 2021, abaixo da previsão anterior de US$ 21 bilhões. Benioff projetou lucro anual ajustado entre US$ 2,93 e US $ 2,95 por ação, abaixo da estimativa anterior entre US$ 3,16 e US$ 3,18.

Tags