Home  >  Inovação

Oportunidades em meio aos desafios: o papel das startups na inovação

Inovação é peça chave para avanços em diversas áreas e as startups são fundamentais nesse processo

Por Flávia Carvalho*

29/05/2020 às 16h00

Foto: Shutterstock

O momento desafiador que estamos vivendo mudou nossas vidas. Empresas, de vários setores, estão se adaptando às mudanças. As startups, que dependem de investimento para construir seus modelos de negócios e aumentar sua escalabilidade, estão entre as empresas mais afetadas. Ao mesmo tempo, por conseguirem rapidamente se adaptar para entregar novos produtos e serviços, algumas têm encontrado oportunidades e ajudado a milhões de brasileiros.

Um exemplo de como o ecossistema de inovação está se mobilizando é a campanha #StartupsVsCovid19, criada recentemente pela Comunidade Governança & Nova Economia e pela Associação Brasileira de Startups para que empresários e profissionais inovadores compartilhem experiências e soluções que ajudem a mitigar direta ou indiretamente os efeitos da COVID-19.

Uma das startups que faz parte dessa campanha é a Mindify, que tem foco em ajudar profissionais da saúde a serem mais eficazes e desenvolveu um software especializado em treinar e supervisionar a aplicação dos protocolos clínicos de referência. Seu sistema de diagnósticos automatizados usa a inteligência artificial para interagir com os pacientes, fazendo perguntas essenciais para o diagnóstico. De acordo com as respostas, realizam a classificação e o direcionamento para um profissional da saúde por telefone ou videoconferência. A solução já está sendo utilizada por planos de saúde e instituições de Goiás e de São Paulo, com projetos de expansão para outras regiões do país.

A Mindify enxergou que a tecnologia poderia ser uma forte aliada em um momento em que a ida aos hospitais deve ser evitada e, assim, criou uma solução que proporciona conforto e segurança àqueles que utilizam o serviço.

Ainda falando sobre serviços de saúde, vale destacar o CoronaBR, portal lançado em março e que alcançou mais de 20 milhões de acessos, colaborando para que o sistema de saúde não fique sobrecarregado. O portal usa o enfermeiro virtual "Pedro do CoronaBr" para fazer uma triagem de pacientes que precisam de atendimento médico ou passar orientações para aqueles com sintomas que poderiam ficar em casa. O CoronaBR é totalmente gratuito e faz as primeiras perguntas que um enfermeiro faria no hospital, com base no protocolo seguido pela Organização Mundial da Saúde e pelo Ministério da Saúde.

A educação também teve que se adaptar e se reinventar. Estudantes de todas as idades e professores tiveram que vencer a barreira da distância e usar a tecnologia para se aproximarem, nem sempre de maneira tão simples. Com esse cenário, a startup Adalace entendeu que não poderia ficar de braços cruzados e elaborou uma solução de gestão da aprendizagem, que está sendo disponibilizada gratuitamente para instituições de ensino de todo o Brasil. A plataforma é uma adaptação do sistema Moodle (Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment), um dos pacotes de software educacionais mais populares do mundo, e disponibiliza uma série de recursos, como textos, vídeos e salas de aulas virtuais, que dão suporte ao processo de aprendizagem e permitem o planejamento, implementação e avaliação.

Histórias como essas nos inspiram e nos mostram que os empreendedores do Brasil têm a capacidade de se adaptar e de inovar, respondendo à crise com novas ideias. E também evidenciam como a tecnologia é um player essencial neste processo.

A inovação é peça chave para avanços em diversas áreas e as startups são fundamentais nesse processo por trazerem em seu DNA a base tecnológica e uma visão diferenciada de negócios. Hoje, o Brasil conta com mais de 12 mil startups, segundo a Associação Brasileira de Startups (Abstartups), e isso evidencia o potencial e o cenário promissor de empresas que estão fazendo a diferença.

Em comum, as startups Mindify, Adalace e CoronaBR adotaram soluções de nuvem pública para suas infraestruturas. É a computação em nuvem apoiando toda essa velocidade das startups e oferecendo uma plataforma que acelera a inovação e a resposta aos problemas de negócio e da sociedade garantindo a escalabilidade e a estabilidade necessárias.

A tecnologia dá a capacidade de viabilizar ideias criativas e disruptivas de startups que podem mudar a situação atual, ajudando empresas a enfrentar os novos desafios de negócio que o cenário atual trouxe ou disponibilizando seus produtos e soluções para ajudar na descoberta de tratamentos e trazer um impacto positivo para a vida das pessoas e para a sociedade.

Se há um aprendizado que já podemos tirar desse momento sem precedentes é que as parcerias são muito importantes e que somente juntos conseguiremos passar por isso.

*Flávia Carvalho é líder de relacionamento com startups e desenvolvedores da IBM Brasil