Home  >  Inovação

Anvisa libera recurso do Apple Watch que permite fazer eletrocardiograma

Apple precisa de autorização em cada país para liberar uso de recursos

Da Redação

26/05/2020 às 14h13

Foto: Shutterstock

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou, nessa segunda-feira (25), no Diário Oficial da União, uma resolução que permite que dois aplicativos da Apple possam ser utilizados para realizar o monitoramento da frequência cardíaca de usuários de forma doméstica.

A Apple precisa de autorização em cada país para liberar esses recursos. Nos EUA, eles já funcionam desde o final de 2018, quando a FDA (Food and Drug Administration, espécie de Anvisa americana) permitiu seu uso.

Os aplicativos em questão são o Recurso de Notificação de Ritmo Irregular (RNRI), que consegue analisar pelo pulso o ritmo cardíaco e fibrilação atrial, um tipo de arritmia, e o Eletrocardiograma (ECG), que monitora os batimentos do coração. O recurso de eletrocardiograma está disponível no Apple Watch Series 4 e Series 5.

A Anvisa, no entretanto, lembra em comunicado que apesar de os aplicativos serem úteis como ferramenta de monitoramento das atividades pelos usuários, os mesmos não servem para uso clínico, não substituindo os exames tradicionais.

Tags