Home  >  Negócios

Microsoft anuncia cloud para setor de saúde e promete ‘novas nuvens’ para outras verticais

Microsoft Cloud for Healthcare é a primeira vertical da nova oferta Microsoft Industry Clouds

Carla Matsu

25/05/2020 às 15h00

Foto: Shutterstock

A Microsoft anunciou na última semana, durante o seu evento virtual Microsoft Build 2020, sua primeira oferta de nuvem dedicada a uma vertical da indústria - a Microsoft Cloud for Healthcare. Segundo a companhia, esta será uma das várias "Microsoft Industry Clouds" projetadas para análise de dados, colaboração e operações para alguns dos principais mercados da Microsoft.

A decisão de lançar a primeira nuvem para o setor de saúde não é coincidência em meio a uma das maiores crises sanitárias do mundo. Iniciativas de telemedicina e a digitalização necessária para dar conta de atendimentos em escala criam um novo precedente de consumo da nuvem pública.

Segundo a Microsoft, o Microsoft Cloud for Healthcare ajudará as organizações de saúde a se envolverem de maneira mais proativa com seus pacientes, ao mesmo tempo que permitirá melhor eficiência de fluxos de trabalho dos profissionais do setor. Na prática, a nova nuvem amplia o Dynamics 365 Marketing, o Dynamics 365 Customer Service, as ferramentas da Power Platform e a Azure IoT para clientes corporativos do setor de healthcare, além de entregar novos recursos internos do Microsoft 365 e Teams. O Microsoft Healthcare Bot Service é outro exemplo de um dos componentes do Cloud for Healthcare.

"As organizações médicas estão aproveitando a criação de agentes virtuais, automatizando fluxos de trabalho, analisando dados e compartilhando insights em tempo real. A COVID-19 acelerou a necessidade urgente de organizações de saúde de criar aplicativos e fluxos de trabalho no code/low code em horas ou dias, não semanas ou meses", destacou a Microsoft em comunicado.

A Microsoft Cloud for Healthcare está disponível em pré-visualização pública e um teste gratuito para os próximos seis meses. Apesar de ter revelado que a nuvem para o setor de saúde seria "a primeira das nuvens para verticais da indústria", a Microsoft não indicou qual seria a sua próxima leva de cloud orientada a outros setores. Entre os principais mercados da companhia estão o financeiro, manufatura, energia, defesa e inteligência, mídia e entretenimento, varejo e telecom.