Home  >  Negócios

Salesforce apresenta ferramentas para um retorno ao escritório pós-pandemia

Plataforma Work.com contém aplicativos e recursos de informações para apoiar as organizações, conforme os negócios buscam retomar as operações

Matthew Finnegan, da Computerworld internacional

06/05/2020 às 17h05

Foto: Shutterstock

Enquanto os governos se preparam para reabrir suas economias após o surto da Covid-19, muitas empresas enfrentam um desafio: garantir que os funcionários permaneçam seguros, pois as medidas de bloqueio são gradualmente facilitadas.

O surto tem infectado mais de 3,6 milhões de pessoas em todo o mundo, matando mais de 252.000 - incluindo quase 70.000 nos Estados Unidos.

Para ajudar as empresas a ter um retorno seguro ao trabalho, a Salesforce criou o Work.com - um conjunto de aplicativos e recursos on-line para fornecer suporte logístico a organizações do setor público e privado, à medida que trazem funcionários de volta ao escritório.

Nova solução

O Work.com, divulgado na segunda-feira (4), inclui um "centro de comando" que oferece uma visão geral do painel do status de saúde dos funcionários em vários locais do escritório. As empresas também podem coletar dados por meio de pesquisas privadas de bem-estar criadas a partir da plataforma, disse a Salesforce.

O centro de comando estará disponível em junho, juntamente com um aplicativo de gerenciamento de turnos, desenvolvido para coordenar o retorno dos trabalhadores aos escritórios.

Com a expectativa de que os funcionários mantenham medidas de distanciamento social sempre que possível, as empresas podem procurar escalonar turnos para evitar o fluxo de pessoas nos escritórios - e em salas de conferência, elevadores e corredores - ao mesmo tempo. Ambas as ferramentas custam US$ 5 por usuário por mês.

Também está em andamento um aplicativo de rastreamento de contatos que permite aos empregadores coletar dados de indivíduos infectados ou expostos ao coronavírus, com um mapa visual de contatos e locais.

O aplicativo está programado para estar disponível como parte de um conjunto de aplicativos de gerenciamento de respostas a emergências, disponível no final deste mês. Ele inclui um novo produto - Emergency Program Management - juntamente com produtos existentes da Salesforce, como Health Cloud, Service Cloud e Lightning Scheduler.

O software Emergency Program Management custa US$ 50 por usuário por mês como complemento das licenças Health Cloud e Service Cloud na Salesforce Enterprise Edition.

Uma plataforma centralizada para gerenciar as comunicações será essencial, não apenas saindo da pandemia atual, disse Brent Leary, fundador da empresa de pesquisa CRM Essentials, mas que deve ser adotada para a próxima, sempre que ocorrer. "Assim, como as empresas buscam sobreviver à Covid-19, uma plataforma como o Work.com pode ser um alicerce para criar um caminho para a vida do outro lado", completou.

"A pandemia nos ensinou que mudanças comportamentais sísmicas fundamentais podem acontecer da noite para o dia em uma escala que nunca vimos", disse Leary. "Criar modelos de negócios e recursos que possam ajustar e mudar de marcha para trocar da sobrevivência para a expansão exige ferramentas e plataformas que possam facilitar a transformação digital em grande escala".

Treinamento

Juntamente com os aplicativos, a Salesforce planeja oferecer recursos on-line, como práticas recomendadas e análises de líderes de empresas, saúde e organizações governamentais, por meio do site Work.com.

Os funcionários também poderão acessar informações sobre como se adaptar a novas formas de trabalhar em resposta ao surto através do Trailhead, canal de aprendizado on-line da Salesforce.

O anúncio se baseia nos esforços recentes da Salesforce para apoiar as empresas durante os estágios iniciais da pandemia com a disponibilidade do Salesforce Care, um conjunto de ferramentas e serviços disponíveis gratuitamente por 90 dias.

Mais de 8.000 empresas se inscreveram para acessar o pacote, que inclui monitoramento de mídia social e análise de dados, disse a Salesforce.

Tags