Home  >  Segurança

Torrents dos filmes John Wick 3 e Contágio na América Latina contém malware, identificam especialistas

Perfil do Microsoft Security Intelligence identifica que hackers aumentaram a atividade em tempos de quarentena e de aumento no consumo de pirataria

Da Redação

05/05/2020 às 15h00

Foto: Shutterstock

Downloads ilegais não são recomendados só pelos motivos óbvios. Além da prática ilegal, o download de material pirateado pode comprometer a máquina dos usuários ou seus dados.

Recentemente, o perfil do Microsoft Security Intelligence no Twitter fez uma thread para contar que percebeu que torrents dos populares John Wick 3 e Contagion na Espanha, México e em vários países da América do Sul estavam anexados com malware.

"A quarentena ainda está em vigor em muitas partes do mundo, e os hackers estão prestando atenção ao aumento no uso de serviços de streaming piratas e downloads de torrents. Vimos uma campanha ativa de mineração de moedas que insere um VBScript malicioso nos arquivos ZIP, que aparecem como downloads de filmes", escreveu o perfil no Twitter.

A equipe identificou o problema em arquivos como 'contagio-1080p' ',' John_Wick_3_Parabellum ',' Punales_por_la_espalda_BluRay_1080p ', entre outros.

"A incorporação de malware em conteúdo ilegal, seja filmes, músicas ou aplicativos, é uma estratégia bastante comum para os invasores. A população que baixa esse conteúdo é, por definição, mais tolerante a riscos", disse Tim Erlin, vice-presidente de gerenciamento e estratégia de produtos da Tripwire em declaração para o site TechRepublic.

Uma matéria da BBC de abril mostra que o Brasil começou a consumir 10% a mais de filmes piratas em determinado período de março comparado ao mesmo período de fevereiro. Em países onde foi decretado lockdown, como Itália e Espanha, a explosão do consumo de filmes piratas na mesma comparação foi ainda maior - 66% e 50%.