Home  >  Negócios

Zoom anuncia atualização para aumentar segurança dos usuários

Nova atualização do app contém novo suporte de criptografia e busca corrigir erros recentes da empresa

Charlotte Trueman, da Computerworld internacional

27/04/2020 às 15h00

Foto: Shutterstock

Em busca de se recuperar de uma série de erros recentes de segurança, a plataforma de videoconferência Zoom anunciou recentemente uma série de novos recursos de privacidade e segurança no chamado Zoom 5.0.

A principal diferença entre a versão atual do software Zoom e o Zoom 5.0 é a adição de suporte à criptografia AES de 256 bits GCM.

O que isso significa exatamente? Uma criptografia projetada para fornecer maior proteção para cuidar dos dados e uma maior resistência à violações. O novo nível de criptografia estará disponível no Zoom Meeting, no Zoom Video Webinar e no Zoom Phone. A empresa já divulgou aos usuário uma página de download do software atualizado (https://zoom.us/download).

Em comunicado, a Zoom informa que a ativação desse recurso em todo o sistema será implementada nos próximos dois meses, quando todas as contas forem ativadas com o GCM. O Zoom 5.0 também permitirá que os administradores de conta decidam quais regiões do datacenter suas reuniões e webinars hospedados na conta usam.

"Da nossa rede ao conjunto de recursos e à experiência do usuário, tudo está sendo submetido a um rigoroso escrutínio", diz Oded Gal, diretor de produtos da Zoom, em uma publicação no blog da empresa.

Ele argumentou que a criptografia GCM AES de 256 bits protege melhor os dados do usuário em trânsito e falou sobre os recursos de segurança de Zoom. "Com milhões de novos usuários, isso garante que eles tenham acesso instantâneo a importantes controles de segurança em suas reuniões", afirmou Gal.

Reação há problemas de segurança após avalanche de acessos

Zoom enfrentou inúmeras críticas durante o mês passado, quando sofreu com a chegada de muitos usuários de uma só vez. Um bug que permitiu que hackers roubassem senhas do Windows, acusação de compartilhar dados com o Facebook - uma alegação que a Zoom nega.

A barra foi pesada e a empresa mudou rapidamente para mostrar que está levando as preocupações a sério. O CEO Eric Yaun disse em 3 de abril que a empresa interromperia o desenvolvimento de novos recursos para se concentrar em seus esforços de segurança.

Tags