Home  >  Negócios

PicPay anuncia central de doações e isenção de taxas para PMEs

Remoção da taxa para pagamentos feitos pela plataforma vai até final de abril

Da Redação

14/04/2020 às 11h00

Foto: Shutterstock

A companhia de pagamentos PicPay anunciou duas iniciativas parar combater o novo coronavírus (Covid-19): a criação de uma central de doações e a isenção de taxas administrativas para PMEs e MEIs. 

A Central de Doações é uma plataforma criada em parceria com a CUFA (Central Única das Favelas), Amigos do Bem, Instituto Ronald McDonald, Médicos Sem Fronteiras e Visão Mundial. 

Para realizar uma doação para essas e outras instituições, é necessário acessar o aplicativo do PicPay, selecionar a opção "Pagar", abrir a aba "Store" e escolher a instituição. O site da “Central” também pode ser utilizado por ONGs que desejam se cadastrar para receber doações. 

"Buscamos ser um meio facilitador para que nossos mais de 14 milhões de usuários possam realizar doações à distância pelo celular, em segundos e em segurança, sem sair de casa", afirma Anderson Chamon, cofundador e diretor executivo de Tecnologia e Produto da fintech.  

A companhia também anunciou que, até abril, não cobrará a de empresas e microempreendedores individuais (MEIs) a taxa para recebimento de pagamentos - único encargo cobrado dessa categoria pelo aplicativo. 

De acordo com o PicPay, o cliente poderá fazer sua compra pelo celular, com saldo em carteira ou cartão de crédito - sem contato físico e à distância, no caso do delivery ou e-commerce - e o valor ficará disponível na conta da empresa já no dia seguinte, sem abatimentos.