Home  >  Negócios

Coronavírus: mais banda larga e liberação de canais. Veja o que as operadoras estão fazendo

Déborah Oliveira

17/03/2020 às 8h46

Foto: Shutterstock

A evolução do COVID-19, o Coronavírus, no Brasil, tem levado diversas empresas a adotar o modelo de home office pelos próximos dias. Em resposta a esse cenário, as operadoras de telefonia e TV estão oferecendo uma série de benefícios para os clientes, uma vez que serviços de telecomunicações se tornam essenciais nesse momento crítico. Compilamos as iniciativas abaixo.

Claro
A Claro informa que colocou em prática, a partir do último sábado (14/03), uma série de iniciativas que visam apoiar a sociedade brasileira, incluindo clientes e até quem não tem serviços contratados, no intuito de manter os brasileiros conectados e informados durante todo o período de combate ao vírus.

Na Banda Larga fixa, a operadora aumentará gradativamente a velocidade para todos os assinantes, melhorando a experiência dos clientes que ficarão em casa nos próximos dias. A ampliação da velocidade, além da normalmente contratada, será concedida a todos os clientes, sem qualquer custo.

“As medidas serão implantadas aos poucos, para garantir otimização das velocidades. A equipe técnica da Claro seguirá buscando todas as alternativas para garantir a melhor conectividade possível. A demanda adicional virá em período diurno, quando a rede costumava operar abaixo da capacidade, já que as pessoas estariam trabalhando ou na escola. Com isso, a operadora espera que as velocidades médias aumentem durante a manhã”, informou em nota.

Já na rede móvel, a Claro adotará a concessão gradativa de bônus de Internet para seus clientes pós-pagos. Clientes pré-pagos que consumirem toda a sua franquia poderão ganhar um bônus diário de 100MB para continuar navegando. Para isso, deverão assistir à campanha de conscientização produzida pelo Ministério da Saúde sobre o Coronavírus. Clientes dos planos pré-pagos semanais e mensais também receberão bônus que permitam expandir sua conectividade no período da oferta.

A Claro também liberará a sua rede de Wi-Fi disponível em locais públicos (aeroportos, parques, restaurantes etc.). O acesso pode ser feito por meio da rede #NET-CLARO-WIFI, que terá conexão concedida por tempo limitado para quem aceitar a exibição dos vídeos de prevenção disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

Em breve, os assinantes da operadora também poderão acessar de forma ilimitada, sem qualquer custo ou desconto na franquia de internet do plano, ao aplicativo Coronavirus SUS, desenvolvido pelo Ministério da Saúde. Disponível para Android e IOS, o app oferece informações de utilidade pública, dicas de prevenção e um mapa dos postos públicos de saúde mais próximos.

Para garantir também a diversão e entretenimento das famílias, a Claro disponibilizará ainda mais canais e conteúdos de interesse aos clientes de TV por assinatura, reforçando as fontes de informação e entretenimento para quem estará em casa.

A abertura de canais já começou no último fim de semana e terá validade por tempo indeterminado, conforme política acordada com cada programadora. Clientes da Claro sem TV por Assinatura também terão acesso à programação jornalística de alguns canais via app do NOW, de forma gratuita e universal. Na próxima semana, a operadora divulgará uma página informativa com todos os canais e conteúdos liberados, com o período autorizado para cada um deles.

Já os clientes Claro Clube que adquiriram ingressos para eventos esportivos ou culturais que foram cancelados terão seus pontos estornados. A operadora seguirá as determinações dos órgãos públicos de saúde para definir a eventual suspensão da programação de seus teatros e cinemas e manterá o público informado em suas redes sociais.

Nextel
A Nextel, que agora faz parte da Claro, também está avaliando como potencializar a conectividade nos planos móveis de seus clientes e anunciará em breve como os benefícios chegarão aos seus clientes.

Sky
A SKY abriu sinal, sem custo adicional, de canais de diversos gêneros para seus clientes. Todos ficam com o sinal aberto na TV, de forma linear, e alguns também podem ser assistidos ao vivo via streaming pelo SKY Play, plataforma de vídeo sob demanda da empresa. Confira abaixo todos que estão liberados.

Na TV: A&E, AMC, Animal Planet, Arte 1, AXN, Band News, Band Sports, BBC, Bis, Boomerang, Canal Brasil, Cartoon Network, Cinemax, Climatempo, CNN, CNN Brasil, Comedy Central, Discovery, Discovery H&H, Discovery ID, Discovery Science, Discovery World, Discovery Kids, Discovery Theater, Discovery Turbo, E!, Fashion TV, Fish TV, Food Network, GloboNews, Gloob, Gloobinho, GNT, Golf, H2, HGTV, History, Lifetime, Mais Globosat, Megapix, MTV, Multishow, Nick Jr, Nickelodeon, OFF, Paramount, PlayTV, Prime Box Brazil, Sony Channel, Space, SPORTV, SPORTV 2, SPORTV 3, Studio Universal, Sundance, SyFy, TBS, TCM, Telecine Premium, Telecine Action, Telecine Fun, Telecine Touch, Telecine Pipoca, Telecine Cult, TLC, TNT, TNT Series, ToonCast, Tru TV, Universal Channel, Viva, Warner Channel, Woohoo, ZooMoo.

No SKY Play: A&E, AXN, Band News, Cartoon Network, Cinemax, CNN Brasil, Comedy Central, Discovery, Discovery H&H, Discovery ID, Discovery Kids, Discovery Turbo, MTV, Paramount, SONY Channel, Space, TLC, TNT e TNT Series.

Oi
A Oi abriu o sinal de canais de diversos gêneros para todos os clientes dos seus serviços de TV por assinatura (satélite e IPTV). A liberação da programação começou no dia 14 e segue até 28 de março. Entre os sinais abertos estão Nick, Nick Jr, E!, AXN, A&E, H2, Lifetime, Cinemax, Sony, Canais Telecine, Comedy Central, VH1 Megahits e Paramount.

Vivo
Clientes Vivo que utilizam o serviço de TV por assinatura têm mais de cem canais com sinal aberto. Durante o período de 15 a 20 dias, de acordo com cada programadora, os usuários poderão conferir todas as programações dos canais, inclusive pelo aplicativo do Vivo Play, sem nenhum bloqueio, pelo aparelho que desejarem. O download do app Vivo Play é gratuito e está disponível para Android e IOS nas lojas de aplicativos.

Nos próximos três meses, a Vivo Empresas não descontará a franquia de dados das ferramentas de colaboração, como Teams, da Microsoft, e Webex, da Cisco. As empresas têm a possibilidade, com o Vivo Tech, de alugar notebooks, tablets e desktops com seguro e manutenção, para que os funcionários possam ter mobilidade para trabalho remoto.

"Além disso, para auxiliar a população na busca pela informação correta e confiável, a Vivo irá tornar a navegação no aplicativo Coronavirus SUS gratuita para todos clientes de celular (pré e pós-pago). Os dados consumidos não serão descontados da franquia dos clientes. Basta fazer o download nas lojas de aplicativos", indicou em comunicado.

TIM
Em nota, a TIM anunciou que está em contínua campanha de sensibilização em relação ao tema. “As boas práticas individuais contribuem para o combate coletivo ao contágio. Vale ressaltar, que nesse cenário, as telecomunicações são garantia de manutenção das relações profissionais e pessoais. Por isso, a TIM prepara uma série de medidas que, em breve, serão anunciadas para suportar os seus clientes”, informou.