Home  >  Negócios

Telefônica Brasil e TIM unem esforços para comprar rede móvel da Oi

Confirmada pelas duas companhias, transação pode aumentar concentração do mercado brasileiro de telefonia

Da Redação

12/03/2020 às 9h00

Foto: Shutterstock

Após vários rumores relacionados com uma possível aquisição da parte móvel da Oi por suas atuais rivais do setor de telefonia, o mercado presenciou nesta semana o primeiro movimento concreto nesse sentido. Telefônica Brasil e Tim, em seus respectivos canais de relacionamento com investidores, anunciaram interesse para adquirir essa linha de negócio. 

As empresas procuraram o Bank of America Merrill Lynch (“BofA”),
assessor financeiro do Grupo Oi, para iniciar as tratativas de uma
possível aquisição conjunta. Na negociação inicial, as firmas estão
dispostas a adquirir “o todo ou parte” da empresa, que seria
posteriormente dividida entre as marcas. 

“A transação, se concretizada, criará valor para nossos acionistas e clientes através de maior crescimento, geração de eficiências operacionais e melhorias na qualidade do serviço. Além disso, contribuirá para o desenvolvimento e competitividade do setor de telecomunicações brasileiro”, informou a Vivo em seu comunicado. 

Em recuperação judicial desde 2016, a Oi vem buscando seguir seu plano para se livrar das dívidas. Atualmente, o movimento mais significativo feito pela empresa nesse sentido foi a venda da sua participação na operadora angolana Unitel, por US$ 1 bilhão. 

Dentre os negócios da companhia (telefonia, internet e televisão), a probabilidade de venda, caso ocorra, estaria no setor móvel, por conta da baixa competitividade da empresa neste setor: é a quarta colocada, atrás de Vivo, Tim e Claro. 

Atualmente, a companhia vem focando seus esforços em reforçar sua estrutura de fibra ótica de forma a tornar-se competitiva neste novo mercado, além de aumentar a oferta de produtos e serviços para o mercado B2B. 

Após a oferta inicial, uma resposta do BofA deve surgir nos próximos dias.