Home  >  Carreira

JavaScript mantém a liderança entre as linguagens mais conhecidas

A pesquisa do HackerRank classificou o JavaScript como o mais conhecido e o Go como o mais procurado para ser aprendido

Da Redação

07/02/2020 às 16h08

Foto: Shutterstock

O JavaScript manteve o seu status como a linguagem mais conhecida, de acordo com o Relatório de Habilidades para Desenvolvedores do HackerRank 2020, divulgado nesta semana. Java, C e Python também tiveram classificação alta.

Leia mais na IT Trends

A linguagem de script para aplicativos no navegador terminou no topo no segundo ano consecutivo na categoria. Mas apenas cinco por cento dos entrevistados citaram o JavaScript como a linguagem mais utilizada para aprender programação.

Lançado em 4 de fevereiro, o relatório do HackerRank, provedor de uma plataforma de contratação de tecnologia, teve como base uma pesquisa online com 116.648 desenvolvedores de software de 162 países, realizada entre novembro e dezembro do ano passado.

As linguagens mais conhecidas, segundo o levantamento, são:

  • Javascript
  • Java C
  • Python
  • C++
  • C#
  • PHP
  • TypeScript
  • Pascal R

O relatório do HackerRank cobriu uma infinidade de perguntas relacionadas ao desenvolvimento de software. Outras conclusões do relatório incluem:

  • Go é a linguagem de programação que os desenvolvedores mais desejam aprender, pelo terceiro ano consecutivo. Seguindo Go apareceram o Python e Kotlin;
  • Angular foi classificado como o framework mais conhecido, seguido pelo React. Django subiu para o sexto lugar, duas posições acima do ano passado;
  • Backbone.js é a estrutura associada ao pagamento mais alto, seguida pelo Cocoa e Ruby on Rails;
  • O C está ultrapassando o Basic como a linguagem mais utilizada para aprender programação por desenvolvedores com 39 anos ou menos. A maioria dos desenvolvedores com idades entre 40 e 74 começou com o Basic;
  • Globalmente, 14% dos gerentes são independentes sobre a linguagem quando se trata de novas contratações;
  • As pequenas empresas são as mais propensas a contratar desenvolvedores sem um diploma universitário;
  • A habilidade mais requisitada pelos desenvolvedores de software é o desenvolvimento full stack e a capacidade de gerar um produto viável mínimo por conta própria;
  • Os desenvolvedores dos EUA são os mais bem pagos. Globalmente, 39% dos desenvolvedores acreditam que não são pagos de maneira justa.