Home  >  Inovação

IBM Brasil desenvolve tecnologia para reduzir impacto ambiental

FlowDiscovery analisa o fluxo de líquidos e tem como objetivo reduzir o impacto ambiental dos processos industriais

Da Redação

31/01/2020 às 16h00

Foto: Shutterstock

Pesquisadores da IBM Brasil anunciaram uma tecnologia inédita capaz de analisar o fluxo de líquidos, como água e petróleo, em meios porosos, incluindo rochas e solo. De acordo com a companhia, a solução, batizada como IBM FlowDiscovery (FD), tem como objetivo reduzir o impacto ambiental dos processos industriais, desde a extração de petróleo até o cultivo de alimentos.

Segundo os cientistas, o uso ineficiente da água é um dos maiores desafios para a geração de energia e produção de alimentos. Até 2050, cerca de 6 bilhões de pessoas viverão em regiões sem abastacimento suficiente de água, caso os padrões se mantenham. Na América Latina, que conta com um terço das fontes de água do planeta, há grande nível de desperdício, o que limita a disponibilidade de água para o ser humano.

Além da água, mais de 50% do petróleo dos reservatórios ficam retidos nos capilares rochosos, não podendo ser extraídos. Conforme apontado pelos pesquisadores, soluções tecnológicas podem ser aplicadas para evitar o desperdício dos recursos naturais.

“Esperamos que o FlowDiscovery seja amplamente utilizado para investigar problemas que envolvam o fluxo de líquidos, ajudando a limitar o uso de recursos valiosos, como a água no processo de produção industrial”, explica Mathias Steiner, pesquisador principal do projeto e gerente da IBM Brasil para tecnologia e ciência industrial. “O FlowDiscovery também pode possibilitar a redução do consumo de água e a otimização da retenção de água no solo na agricultura”, acrescenta.

A tecnologia foi desenvolvida com um software baseado em nuvem e com inteligência artificial capaz de simular o processo de recuperação dos materiais. O FD funciona em 3 etapas:

  • Orientação do sistema de inteligência artificial na composição dos fluidos usados no processo;
  • Criação de uma representação digital em 3D da rede que permite simular o fluxo do líquido
  • Desenvolver cenários de recuperação e validação dos resultados da simulação antes da implementação.

Embora ainda seja um protótipo de pesquisa, a IBM Brasil afirma que a solução tem potencial de aplicação na agricultura, gerenciamento de recursos naturais, engenharia civil, entre outros.